...este é um espaço que revela alguns "pecados" do povo tuga. Os nossos políticos são do pior... e o povo manso releva...

subscrever feeds
tags

todas as tags

Pesquisa personalizada

30
Jun
07
Um organismo internacional reconheceu mérito educativo, pela primeira vez, a uma escola pública portuguesa. Quando entregar o prémio, a escola já foi extinta.!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!??????????
A escola EB 23 Padre Agostinho Caldas Afonso foi extinta pela Direcção Regional de Educação do Norte (DREN) em Abril passado. Fecha as portas em Agosto.
Na semana passada, o conselho executivo recebeu o aviso de que a escola tinha sido escolhida para receber o "Prémio Iberoamericano de Excelência Educativa 2007" por um organismo internacional não governamental. “A princípio, julgámos que se tratava de uma brincadeira”, confessou João Vilar, responsável do estabelecimento de ensino. Mas não estavam a brincar. Em Setembro, no Panamá o Conselho Iberoamericano para a Qualidade Educativa, aguarda a presença dos dirigentes da escola para lhe entregar o prémio, em cerimónia oficial. “Não decidimos, ainda, o que vamos fazer”, diz João Vilar. Nessa altura, de facto, já a escola estará fechada e os professores – presidente do conselho executivo incluído- estarão colocados noutro estabelecimento de ensino.
In Expresso
COMENTÁRIO: afinal o que interessa é os €€€ e não a qualidade do ensino!!!










Os culpados do costume!
publicado por TC às 12:34
29
Jun
07
VERGONHA
A nova lei do tabaco é uma vergonha

Como é possível serem os cafés e bares a decidir se permitem fumar nos seus espaços? Ninguém quer perder o negócio!!!
Isto só um BURRO é que não vê.
Faço já aqui uma aposta: eu dou 100€ para uma instituição de solidariedade por cada 1% de establecimentos que não permitam fumar! Está apostado.

É uma vergonha o baixar das calças do Ministro da Saúde, do 1º Ministro, da ASAE, etc...
Este governo é uma cambada de CAGÕES e de VENDIDOS
A Tabaqueira agradece!
publicado por TC às 11:41
28
Jun
07
O Momentos & Documentos foi nomeado um Blog Activista, pelo criador deste selo, ‘O Moço da Bodega’ do Bodega Cultural

O Blog Bodega Cultural criou o selo “Blog Activista“, que deverá ser livremente oferecido aos blogueiros que lutam por um mundo melhor.
Para fazer parte do “Blog Activista” o blogueiro deverá promover e defender:
A paz
A liberdade
O Civismo
O meio ambiente
A Educação
A Igualdade de gênero
Os direitos Humanos
Os movimentos sociais

Cada blogueiro nomeado deverá nomear os blogs que tenham essas características, via e-mail ou nos comentários, não sendo necessário postar as nomeações. Cada blog nomeado deverá citar abaixo do banner, o nome do blogueiro ou do blog que o nomeou.

Passem por que eu fiz algumas nomeações!!!

Obrigado pela nomeação Ludovicus Rex
publicado por TC às 19:23
A directora do Centro de Saúde de Vieira do Minho, Maria Celeste Cardoso, foi exonerada pelo ministro da Saúde por não ter retirado um cartaz das instalações do centro contendo declarações de Correia de Campos «em termos jocosos».

O despacho de exoneração da licenciada Maria Celeste Vilela Fernandes Cardoso foi publicado quinta-feira em Diário da República, cuja cópia foi fornecida à agência Lusa por deputados socialistas que se manifestaram «incomodados com a situação».
No despacho do Diário da República pode ler-se o seguinte:
«Pelo despacho (...) do Ministro da Saúde, de 05 de Janeiro, foi exonerada do cargo de directora do Centro de Saúde de Vieira do Minho a licenciada Maria Celeste Vilela Fernandes Cardoso, com efeitos à data do despacho, por não ter tomado medidas relativas à afixação, nas instalações daquele Centro de Saúde, de um cartaz que utilizava declarações do Ministro da Saúde em termos jocosos, procurando atingi-lo», refere-se.
Perante este caso, considera-se demonstrado a situação de Maria Celeste Cardoso «não reunir as condições para garantir a observação das orientações superiormente fixadas para a prossecução e implementação das políticas desenvolvidas pelo Ministério da Saúde».
O despacho está datado de 01 de Junho.

COMENTÁRIO: como esta Sra. não "bufou" quem tinha colocado o cartaz como o Hipopótamo da DREN...

publicado por TC às 19:00
Em tempo de crise e apesar do novo sistema de avaliações que os Funcionários Públicos vão ser sugeitos...
Ainda há disto!!!
publicado por TC às 13:37
Repetição da crítica a Sócrates pela Human Rights Watch, agora na União Europeia
Na UE a HRW recomendou que Portugal deve fazer uso da sua presidência da União Europeia (UE) para intensificar a defesa dos direitos humanos por todo o mundo.

A Human Rights Watch chamou a atenção para o facto de Portugal ter liderado a campanha internacional contra os abusos cometidos em Timor-Leste, quando o país estava sob ocupação indonésia.

Em aberta contradição com o objecto da crítica actual:

A deterioração da situação dos direitos humanos na Rússia também levanta preocupações. No início do mês, o primeiro-ministro português, José Sócrates, disse ao presidente russo, Vladimir Putin, em Moscovo, que não haveria mais moralismos por parte da UE a propósito do historial de direitos humanos da Rússia afirmando “que ninguém pretenda dar lições a ninguém”.

“As palavras de Sócrates em Moscovo foram um golpe terrível para a já acossada sociedade civil russa”, disse Leicht. “É altura de a UE ter uma conversa honesta e firme com a Rússia sobre as atrocidades na Chechénia, sobre as restrições à liberdade de expressão e sobre as perseguições às ONG.”



publicado por TC às 00:44
27
Jun
07

Estamos num 1984 de George Orwell? Ou estamos num 2007 democrático?
Apresento o texto duma Petição que criei em prol da liberdade de expressão. Tal petição tem o apoio do Pasquim do Povo.
A petição está neste endereço para quem partilhe da mensagem e queira participar com a sua "assinatura".

Obrigado
José Pedro Caldeira Lima Gomes (Zé Tomes)

O TEXTO:
Contra a acusação feita pelo 1º Ministro José Sócrates a António Balbino Caldeira, atentando contra um dos elementares direitos de cidadania – Liberdade de Expressão

Como direito, o cidadão expressa de sua opinião

Ao Sr. Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva:
Sr. Presidente da República, o Sr. 1º Ministro está tomando posições não dignas de alguém que detenha um tal poder de responsabilidade e cargo.

A Constituição da República Portuguesa está sendo infringida pelo próprio órgão de soberania.
Artigo 37.º (liberdade de expressão e informação)
1. Todos têm o direito de exprimir e divulgar livremente o seu pensamento pela palavra, pela imagem ou por qualquer outro meio, bem como o direito de informar, de se informar e de ser informados, sem impedimentos nem discriminações.
2. O exercício destes direitos não pode ser impedido ou limitado por qualquer tipo ou forma de censura.
3. As infracções cometidas no exercício destes direitos ficam submetidas aos princípios gerais de direito criminal ou do ilícito de mera ordenação social, sendo a sua apreciação respectivamente da competência dos tribunais judiciais ou de entidade administrativa independente, nos termos da lei.
4. A todas as pessoas, singulares ou colectivas, é assegurado, em condições de igualdade e eficácia, o direito de resposta e de rectificação, bem como o direito a indemnização pelos danos sofridos.

Sr. Presidente da República, o estremecimento causado ao título do Sr. 1º Ministro português José Sócrates, primeiramente posto em causa pelo Sr. António Balbino Caldeira em seu blogue, não passa de um conjunto de caracteres que em conjunto se transformam em palavras e em conjunto formam textos e mensagens.

Tal apenas poderá estremecer o conceito dum facto que se diz adquirido ou manifestamente expresso. Na realidade, uma mensagem não anulará uma habilitação literária se ela de facto existir. Desta forma, uma mensagem não possui um carácter que possa ser nocivo à integridade da existência dessa mesma habilitação literária.

Assim, qualquer texto ou mensagem que ponham em dúvida um conceito de facto adquirido e manifestamente expresso, apenas poderá ter a forma de uma especulação, seja ela polémica, ridícula, ou real. Nunca essa especulação poderá pôr em causa um facto em si que seja adquirido, apenas poderá ser nociva para o conceito que o define como facto adquirido se o mesmo conceito estiver alicerçado em bases erradas e incongruentes.

Especular-se portanto, é equivalente a uma das formas de liberdade de expressão individual.

Liberdade de expressão e informação é o cerne do 37.º artigo da Constituição da República Portuguesa.

Um processo jurídico contra uma especulação apregoada de difamatória é sinónimo de abuso de poder. Provindo esse abuso de poder e essa acção processual de alguém que detenha o cargo de 1º ministro é acto a ser repreendido pelo titular do cargo hierarquicamente superior – V. Exa.

Urge-se pelas circunstâncias que os factos sejam expostos e que seja tomada uma iniciativa pela parte do Sr. Presidente da República. (Artigo 3º - Soberania e Legalidade)

Artigo 3.º (Soberania e legalidade)
1. A soberania, una e indivisível, reside no povo, que a exerce segundo as formas previstas na Constituição.
2. O Estado subordina-se à Constituição e funda-se na legalidade democrática.
3. A validade das leis e dos demais actos do Estado, das regiões autónomas, do poder local e de quaisquer outras entidades públicas depende da sua conformidade com a Constituição.

O cidadão expressa de sua opinião, centralizando a problemática não exclusivamente ao caso do Sr. António Caldeira, mas em toda a presente e hipotética futura profanação aos mais elementares direitos de cidadania – Liberdade de Expressão.
Gratos por V. Atenção

Petição online – quem estiver de acordo com o texto desta carta e ache que deva contribuir para que o número de assinaturas aumente. Será enviada às 1000 assinaturas para o portal da Presidência da República.

publicado por TC às 14:25
26
Jun
07
O nosso colega bloguista António Balbino Caldeira acaba de dar a resposta ao SR. Sócrates.
No lugar certo!

É nos tribunais que o SR. Sócrates terá que provar que o que está no Do Portugal Profundo e em milhares de blogs é mentira. Terá que provar que não aldrabou o seu canudo e que foi caluniado.Há Há Há
Quero ver isso a ser provado.
Abraço Balbino. FORÇA!
Obrigado José Maria Martins por ajudares este nosso herói.

publicado por TC às 21:27
25
Jun
07
In Do Portugal Profundo
José Maria Martins reclama inquérito parlamentar - e anuncia envio do caso para o Parlamento Europeu - sobre a demora no inquérito judicial relativo ao aterro da Cova da Beira.
O inquérito judicial, alegadamente aberto "em 1999", relativo à "adjudicação, em 1997, do concurso para a concepção, construção e exploração de uma Estação de Tratamento de Resíduos Sólidos (ETRS), promovido pela Associação de Municípios da Cova da Beira (AMCB)", passados oito anos, desembocou, segundo o Público de hoje, 23-6-2007, "esta semana" na acusação de "crimes de corrupção passiva para a prática de acto ilícito e de branqueamento de capitais" ao Prof. Doutor António José Morais.

In José Maria Martins
Os jornais publicam hoje a noticia que o ex-professor de José Sócrates, o turbo-professor que lhe terá leccionado 4 cadeiras na Universidade Independente , foi acusado dos crimes de corrupção e branqueamento de capitais.
Até aqui tudo bem.
Mas onde a porca torce o rabo - permitam-me a expessão latina "hoc opus hic labor est" - é no "gaudio" de António José Morais, quando disse : "finalmente poder defender-se, ao fim de 11 anos".
Veja-se a edição de hoje do "Diário de Noticias", na página 15.
O mesmo defensor não tem dúvidas em afirmar que a acusação deveia ter sido feira "há muitos anos".
O que é espantoso é que a denúncia terá sido feita em 1996 !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Só 11 anos depois o Mº Pº acusa, facto a que não é alheio as revelações feitas pelo jornal "O Público", quando tratou o assunto da licenciatura de José Sócrates e a pressão mediática sobre o Mº Pº que se viu obrigado a agir.
Uma vergonha. 11 anos depois é que o processo é concluso?
O prazo prescricional é de 10 anos (artº 118º nº 1 al b) do Código Penal), estando já a correr o prazo de mais 5 anos , equivalente a metade (artº 121º nº 3 do Código Penal).
Isto significa que daqui a 4 anos está passado o prazo de 10 anos mais metade!
Eis a Justiça Portuguesa!
Mas que lei foi aplicada? O Código de Processo Penal estebelec o prazo máximo de um ano para conclusão do inquérito!
Que interesses impediram o andamento normal do processo?
Que País é Portugal para permitir esta coisa espantosa?
Falta de cooperação internacional? Como ? Nos outros casos os estados estrangeiros cooperam e neste não?
Quem falou à orelha dos políticos desses países para atrasar e não cooperar, se é que foi o caso?
Quem esteve por detrás desta anormalidade?
Como pode Portugal dizer aos outros países europeus que tem um sistema de justiça adequado ao quadro axiológico vigente na União Europeia e ao combate à criminalidade de colarinho branco?


"Sobre o caso António Morais, de corrupção passiva e branqueamento de capitais, envolvendo pessoas conhecidas dos meios políticos, e numa dimensão que deixa a anos-luz, toda a corrupção desportiva dos Apitos Dourados, os jornais de hoje dão-lhe uma exposição de geometria variável. O SOL não tem luz para o assunto. O Expresso, tem uma luz interior. O Público, uma luz fluorescente e o Correio da Manhã a luz do dia, na primeira página"

In Braganza Mothers

publicado por TC às 16:21
Gostava de lhe dizer o seguinte:

Se acha que o insulto servirá para calar alguém - está enganado.
Se realmente acha que este blog não é democrático - está enganado.
Se vem aqui para ler coisas que não concorda - está enganado em pensar que nos cala.

Se quer ser civilizado e debater ideias - apareça.
Se tem ideias descordantes e quer expô-las - apareça.

P.S. - esta mensagem não é para todos os anónimos que nos visitam!!! É para um ANÓNIMO em especial que só cá vem para insultar todos os que não concordam com a sua opinião.
Caro ANÓNIMO - envie-me um email que eu envio-lhe um convite para ser membro deste blog. Talvez com a sua presença este blog possa ser mais democrático.
tiago.democracia@gmail.com
Abraço
Tiago
publicado por TC às 00:29
24
Jun
07

Vou iniciar aqui, uma saga, dos "Boys & Girls", que vão sendo nomeados, só porque possuem o tal cartãozinho de militante do PS, ou pura e simplesmente, porque são filhos e afilhados dos nossos corruptos políticos da treta. Deviam ser nomeados pelo mérito e pelo saber, é isso que se pede a um governo que queira levar o país para a frente, não para levar os filhos e afilhados, para a frente.

1. Sabem em que consiste a "manutenção" do site do ministério da justiça? Não? Ok! Eu esclareço: trata-se de actualizar conteúdos, um trabalho que provavelmente muitos dos v/filhos fazem lá na escola ou em casa "com uma perna às costas". Por falar em "costas" acham que o ministro Costa recorreu ao ATL e pediu um puto qualquer para tratar do assunto? Não! Trata-se de uma tarefa altamente técnica que justifica uma remuneração de 3.254,00 euros.....mais o subsídio de almoço, claro!!!

2. E sabem quem tem o perfil adequado a essa extremamente especializada função? Não? Ok! Eu esclareço. Trata-se de Susana Isabel Costa Dutra. Susana Isabel Costa Dutra, é (por um simples acaso!!) filha do ministro Alberto Costa.

Et OUI, VOILÁ! POUCA VERGONHA A QUANTO OBRIGAS, MAS A MIM NINGUÉM ME CALA!!!
publicado por TC às 21:40
23
Jun
07
Ministério anula pergunta errada

Segundo o DN, o Ministério da Educação (ME) decidiu ontem anular uma das questões do exame de Física e Química A (715), do secundário, que continha erros, compensando os alunos que fizeram a prova com um acerto na classificação.

Em comunicado, o ME esclarece que "no item 4.2.1, na alínea D da versão 1, e na alínea B da versão 2 [da prova 715] a figura apresenta uma incorrecção que inviabiliza a concretização de uma resposta correcta". Por isso, decidiu que a questão em causa já não conta e que a classificação final dos examinandos é "majorada com o factor 1,0417", para evitar que estes sejam penalizados na classificação final. Por outras palavras, a nota obtida (sem a cotação da pergunta) é multiplicada por esse valor.

Para ler mais clique aqui
publicado por TC às 09:55
22
Jun
07
Referem-se dois comentários de Do Miradouro que não precisam de se dizer mais nada!!! a não ser que ao querer transcrever aqui fui impedido de publicar.

De Casimiro Rodrigues, um comentário em que disse...
Caro João.
O PortugalClub.com e o www.portugalnoticias.com estão ambos bloqueados para mim. Minha caixa de endereços também, não posso enviar mensagem nenhuma. Foi um técnico representante da Brasiltelecom. Não me dão nenhuma satisfação. Vejo que o braço longo de lisboa chegou até aqui. Estou estrebuchando e vendo como consigo sair desta. ..... Casimiro

Caro Casimiro,
Critica-se o antigo regime por ter instituída, às claras, a censura, mas agora há várias formas obscuras de amordaçar as opiniões, e impedir a verdadeira liberdade de expressão.
Diz.se que antigamente, o Poder não queria que as pessoas estudassem a fim de poderem ser mais facilmente domadas, mas agora, controla-se tudo para que as pessoas não sejam esclarecidas sobre os mais importantes problemas do País e se preocupem apenas com as novelas e as coisinhas insignificantes mas tornadas mais espectaculares.
O «Big Brother» do George Orwell está aí em força como mostra o caso do Dr. Fernando Charrua.
Perante isto, caro Casimiro, o seu portal é valioso e espero que consiga encontrar forma de contornar esse bloqueio que lhe está a ser imposto.
Abraço
publicado por TC às 06:12
19
Jun
07
Recebi por email este autocolante que está na moda no Brasil:
Vou fazer um parecido para classificarmos o nosso país. Para breve!
publicado por TC às 18:50
16
Jun
07
Caros Companheiros de Luta,
Reparem no que os jornaleiros não nos contam. Como não é possível que profissionais da desinformação o desconheçam, só poderão escondê-lo por maldade premeditada. Ou será por dedicação, benevolência e profissionalismo?

O Déspota Iluminado

Sócrates Acusado de Traidor pela HRW
A organização internacional humanitária não governamental (ONG) Human Rights Watch (HRW), é a mais conhecida e prestigiosa organização humanitária que, conjuntamente com a Amnisty International, luta mundialmente pelos Direitos Humanos.

E ainda recomendações da Amnistia Internacional para quem mantiver um blog. A não perder.

Obrigado Leão Pelado
publicado por TC às 17:05
Um cidadão chamado BALBINO acaba se ser constituido arguido por causa do Dossier Sócrates.
Este cidadão foi o primeiro a denunciar no seu blog (Do Portugal Profundo) o escândalo que é ser governado por alguém que diz que é o que não é.
No lugar de receber uma medalha pelo povo por serviços prestados, este cidadão é pressionado para se calar. Esta pressão é também desta forma efectuada sobre a restante blogosfera que está atenta a este caso.
FORÇA BALBINO
publicado por TC às 16:29
14
Jun
07
É um escândalo!!!
Só em Portugal é que o povo permite tal coisa...
...

Hoje cheguei ao meu carro e apesar de estar estacionado em local permitido estava bloqueado!!!
Chamei a polícia.
Quando chegaram os Srs. agentes da PSP ainda se riram de mim...

...
parece que agora "ELES" podem bloquear os carros sempre que lhes apetece estacionar e o nosso está lá a ocupar o lugar há muito tempo.
RECLAMEI!!!
Insultei o legislador... e fui preso.
Estou neste momento na choldra a ditar este post ao meu advogado para ele colocar ai no Blog.
A minha sorte é que "ELES" colocaram um bloqueador que não está homulgado pela Câmara Municipal e então toda a operação será considerada ilegal.


Junto aqui uma foto do bloqueador (tirada com o telélé) para que possam proceder da melhor forma se vos acontecer o mesmo.

Há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há
Esta rábula é falsa mas os contornos desta mentira são iguais ao que se passa no nosso dia a dia.
Em Portugal, cada vez mais, o povo leva com tudo, os corruptos de colarinho branco são ilibados, etc. etc.

É uma vergonha a nossa justiça!
publicado por TC às 14:20
12
Jun
07
Este post pretende apoiar e reforçar os dois posts imediatamente anteriores, intitulados Morreu a tentar provar leucemia e Já acreditam agora que este governo é assassino?, que deves ser lidos e meditados, visto não se tratar dum caso inédito, como alguns poderão crer, mas que infelizmente é demasiado comum por não se terem tomado as medidas necessárias, domesticando as bestas políticas que arquitectaram a intolerável sociedade nacional actual.

O facto em causa é asqueroso, é revoltante, é uma selvajaria, é obra de canalhas incompetentes, irresponsáveis e sem dúvida malvados e traidores. Todavia, por mais revoltados que nos sintamos face a tais acontecimentos, somos obrigados a reconhecer com o maior dos horrores que eles são absolutamente normais numa sociedade criada por corruptos dos mais baixos sentimentos. Passaram décadas a enganar maldosamente toda a população, desresponsabilizando-se num clima que criaram. Neste clima, tudo sem excepção tem sido aceite e admitido por um rebanho de carneiros estúpidos que ainda por demais têm avalizado e outorgado as suas acções e decisões contra si mesmos. Tudo e todos os males têm sido aprovados pelos carneiros, venham de que partido for. Têm-se mesmo adoptado os comportamentos dos malditos, ao ponto do próprio procurador geral comentar com conhecimento e razão, que a corrupção é aceite e bem vivida pela população. Acabou por se ter ao governo que se merecia, de acordo com o conhecido ditado.

Nesta conjuntura, muitos vendedores de banha da cobra, sectários partidários e fanáticos, têm querido aproveitar a miséria mental nacional para incriminar sistematicamente o partido que estiver no poder, fazendo o elogio do seu ou dando-o a entender sem o fazer. Nas circunstâncias que se atravessam, tal procedimento só pode ser tão mal intencionado como o dos próprios autores e responsáveis da presente situação.

Com efeito, a origem dos problemas não nos vem de nenhum partido em especial, sobretudo na actualidade. Iludindo assim a quem os ouve ou lê, esta atitude dos aldrabões facciosos impede que se proceda na direcção desejada. Afinal, em lugar de permitir que se tomem as rédeas a todos os corruptos e canalhas de todos os partidos, está-se a culpabilizar um só, deixando toda a corrupção da restante pandilha de livre e à rédea solta. É a aplicação da teoria «dividir para reinar».

Um exemplo desta mentalidade podre é o que se pode ler no blog José Maria Martins, onde com argumentos muito válidos se propõem soluções das mais catastróficas, simplesmente por fomentarem a perpetuação da autonomia dos corruptos. Faz-se a distinção entre partidos, atacando-se sistematicamente um só, quando na verdade uns e outros são iguais desde que se lhes permita. São clãs oligárquicos que nada respeitam senão os seus próprios interesses egoístas.

Por tudo isto, acontecimentos como o que aqui todos lamentamos são normais nas circunstâncias anormais em que vivemos. Continuarão indeterminadamente até que a população tome as rédeas dos corruptos nas mãos, em lugar de seguir os aldrabões da banha da cobra, cujas teorias só podem conduzir à perpetuação do mal.

Daí, não haja enganos – os políticos de todos os partidos são iguais – a primeira decisão a tomar deve ser precisamente a de acabar com aquilo que mais esconde a corrupção e permite que esta passe sem ser vista: terminar de vez com o regabofe das nomeações, sem excepções, acabando com toda e qualquer distribuição de cargos pelos parasitas dos partidos e atribui-los unicamente a pessoas capazes, por concurso.
publicado por TC às 13:26
11
Jun
07

Na voz parece haver alguma resignação. Mas é só tristeza, incompreensão. Teresa Silva ainda não consegue entender como foi possível terem negado a aposentação à sua mãe e a obrigaram a dar aulas, mesmo estando com leucemia. Já tinha o apoio do Sindicato de Professores da Zona Centro, mas as mensagens de incentivo que recebeu dos leitores do PortugalDiário deram-lhe ainda mais força para avançar com um processo contra o Estado português. Agora, tenta perceber junto do sindicato, se de facto é possível recorrer também ao Tribunal Europeu dos Direitos do Homem.
«Acho que isto é uma questão de direitos do trabalhador, o direito a estar doente», explica. E por isso Teresa quer fazer alguma coisa, para que outros não passem pelo mesmo. Mesmo sem apontar o dedo a culpados, porque não lhe cabe a ela essa função, diz, com revolta, que «quem decidiu, decidiu desumanamente». «Isto não são opiniões, são factos», justifica. «Tenho todos os relatórios médicos para o provar». E a certidão de óbito também.
«Segundo os comentários que li no PortugalDiário há muita gente a passar por situações idênticas, mas as pessoas têm medo de abrir a boca, de denunciar». Pelo menos neste site, «mesmo assinando anónimo», diz, podem «abrir a alma».
«Apta para o exercício da função»
Manuela Estanqueiro pediu a aposentação antes de saber a doença que tinha. Não estava bem, já não conseguia carregar a pasta com as coisas da escola. Não tinha força. Estava sempre cansada. Em Março de 2006 diagnosticaram-lhe leucemia. Foi a uma junta médica da Caixa Geral de Aposentações (CGA) no Verão desse ano, para a avaliarem e decidirem se podia reformar-se por doença. Consideraram-na apta para o exercício da função.
Esta docente estava com atestado médico passado pela junta médica da Direcção Regional de Educação do Centro (DREC), mas como a decisão da junta médica da CGA se sobrepõe, teve mesmo de voltar à escola por 31 dias para poder voltar a meter atestado médico, sob pena de perder o vencimento. E assim aconteceu de 15 de Janeiro a 14 de Fevereiro. «A minha mãe diz que tinha mesmo de ir para a escola, nem que fosse de maca. E nem sequer podia faltar para ir a uma consulta», conta Teresa Silva.
Ainda meteu recurso em Janeiro, mas a resposta revoltou-a ainda mais: não teria nova avaliação por falta de argumentação.
Na Escola Básica 2,3 de Cacia, em Aveiro, Manuela Estanqueiro teve o apoio dos colegas. A direcção da escola disponibilizou um professor para a acompanhar nas aulas que leccionava, educação tecnológica. «Trabalhou com diarreias, com febres, tinha viroses atrás de viroses, tinha de levar mantas, era preciso levá-la à escola. O organismo e o estado mental estavam muito debilitados e a memória também foi afectada», recorda Teresa Silva.
Na escola, acrescenta, os outros docentes «disponibilizaram um local na sala dos professores onde ela podia deitar-se, davam-lhe a sopa na boca, porque ela não conseguia pegar na colher e, nos dias em que andava pior, tinham de a acompanhar à sala».
O sindicato não desistiu e enviou novos relatórios médicos que mencionavam a esperança de vida de Manuela Estanqueiro: um a dois anos de vida no máximo. Isto no caso da quimioterapia resultar. Já estava internada nos Hospitais da Universidade de Coimbra, com a doença novamente em força, quando a chamaram a Lisboa para nova junta médica, marcada para 19 de Abril. Não conseguiu ir. Uma semana antes de falecer, esta mesma junta concedeu-lhe a aposentação mesmo sem examinarem a professora de 63 anos.
«A minha mãe nunca desistiu do recurso. Ela queria mesmo ir à junta médica para provar que estava mesmo doente, que estava a dizer a verdade. Dizia que iria nem que fosse de ambulância. Era uma questão de honra», recorda Teresa Silva.
O PortugalDiário tentou obter uma reacção do Ministério da Educação e também do Ministério das Finanças, que tutela a CGD, mas ainda não obteve resposta.

QUE PAÍS É ESTE? Será que somos um povo de MERDA? O 25 de Abril foi uma fantochada? Começo a pensar que sim. Se fosse necessário dar um tiro isto ainda era uma ditadura! Cobardes!!!

publicado por TC às 20:39
07
Jun
07
Clique aqui: Manuela Estanqueiro

E será que aqui também mentem: assassinato da professora

Afinal os tão horriveis blogs costumam dizer a verdade! Mas só quando os jornais noticiam é que as pessoas acreditam. É pena que mesmo agora as TVs manipuladas (todas) estejam caladas. Só a Maddie é que tem interesse para ser notícia. Mas este horrivel crime que é cometido pelo estado não é badalado! VERGONHA!!!
O meu mais sincero pesar para os familiares e amigos da Manuela Estanqueiro. Que esteja em paz.
publicado por TC às 20:34
Despacho nº 10002/2007-2ª Série, de 30 de Maio
Apesar de extinta há 2 anos a IGAE ainda recebe funcionários...........!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! de organismos também extintos!!!!!!!!!!.
Que o diga o actual presidente da ASAE................................... Que acaba por entrar na ASAE, passando pelo quadro da IGAE (que já não existe) a que nunca pertenceu!!!!

Curioso é ser o vice-presidente da ASAE a assinar um despacho referente ao seu próprio presidente!!!!! O licenciado António Manuel Marques Nunes é o presidente da ASAE!!!!

E esta, hem!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Para que não restem dúvidas da veracidade do que aqui é dito cá vai a cópia do despacho!!!
publicado por TC às 01:28
05
Jun
07
"Uma docente da Escola EB 2/3 de Cacia, em Aveiro, que se encontrava de baixa há cerca de dois anos, após lhe ter sido diagnosticada uma leucemia, foi obrigada pela Caixa Geral de Aposentações a regressar ao serviço para cumprir um período mínimo de 31 dias de trabalho. Manuela Estanqueiro, de 63 anos, tinha pedido para ser aposentada por incapacidade, mas, após uma junta médica realizada em Novembro, não só viu a pretensão recusada como teve a baixa médica suspensa e ordem para voltar ao serviço, sob pena de perder o vencimento.“Sinto-me muito injustiçada. Sei que há quem faça de conta que está doente, mas esse não é, infelizmente, o meu caso”, salientou a professora ao CM. ATESTADO ATÉ NOVA JUNTA. O período mínimo exigido terminou anteontem e Manuela Estanqueiro está actualmente de atestado médico, até poder ir a nova junta médica. “Estes 31 dias foram de extrema agonia e cheguei a desmaiar em plena sala de aula, para além de ter de descansar nos intervalos. Só consegui ultrapassar este sofrimento porque tive sempre o apoio dos colegas, da escola e da Direcção Regional de Educação do Centro.”A decisão da Caixa Geral de Aposentações deixou a docente de educação tecnológica “abalada psicologicamente”. “Depois de meses de quimioterapia, era o pior que me podia acontecer”, diz. Manuela Estanqueiro diz que não a preocupa o facto de lhe recusarem a aposentação – da qual já apresentou recurso – só não entende como a podem considerar capaz para o serviço, quando tem uma doença grave diagnostica. Por causa de tudo isto, viu a baixa revogada, quando “a tinha até Outubro de 2008”".

O comentário que se segue, e que nos conta o que infelizmente aconteceu a esta colega, foi extraído daqui:
http://legoergosum.blogspot.com/2007/05/questes-de-moral.html
"Essa pergunta pode ser feita à Ministra da Educação? É que, relativamente a esta notícia da professora com leucemia que foi obrigada a trabalhar há 3 meses: http://www.cacia.pt/index.php?CA=Noticia&IDNoticia=40 essa professora, a minha colega Manuela Estanqueiro, foi hoje a enterrar às 15.30h no Cemitério de Cacia, em Aveiro. Estou REVOLTADO. Nem sabem o que me apetece fazer. Agora percebo porquê que às vezes lemos nos jornais casos de ajustes de contas a tiro. Por muito menos o fazem, por muito menos. Desculpem a crueldade mas, dizer menos que isto, era lutar contra um sentimento de justiça que me atormenta e é bem mais forte.
Estou ENOJADO. ENOJADO!!!!!!!!!!!!! Francisco"

Ao qual se segue este comentário da Amélia Pais:
"Pode e deve, Francisco. E tem razão ao exprimir a sua revolta. Isto devia ser mais badalado nos jornais. Há outros colegas em risco igual."
Não sei comentar este tipo de atitudes! Ultrapassam toda a educação que tive! Ultrapassam todos os princípios éticos e humanitários, colocando quem os perpetra e quem os incentiva ao nível do mais vulgar assassino.
À família enlutada e aos colegas que acompanharam este horrível processo, acabando por perder a familiar, a amiga, a colega, apresento os meus profundos sentimentos e peço a divulgação o mais alargada possível do sucedido para que outros se consigam salvar.

COMENTÁRIO (Tiago Carneiro, professor) - PUTA QUE PARIU ESTE GOVERNO. PUTA QUE PARIU A MINISTRA DA EDUCAÇÃO. PUTA QUE PARIU O SÓCRATES. PUTA QUE PARIU A COMUNICAÇÃO SOCIAL QUE ENCOBRE ESTAS MERDAS!!!! Peço do fundo do coração à ETA ou ao IRA ou a outro grupo radical qualquer que mandem estes CABRÕES pelo ar.
publicado por TC às 17:05
Após ouvirmos a discussão no Prós e Contras, ficámos mais informados que por um governo mais arrogante que um boi, dirigido por um déspota que se julga iluminado. O ditador pensa que por ter sido eleito tem carta branca para fazer o que quiser contra a população, a sua vontade e as suas necessidades.

Como pode ter sido tomada uma decisão para a construção dum aeroporto de antemão condenado a restrições de desenvolvimento por falta de segurança? Ao que se constata, a sua situação não permite ampla circulação e diminui o número de levantamentos e aterragens por hora. Fora, com quem quer que tome tais decisões!

Com efeito, temos um regime absolutamente ditatorial, um sistema que se baseia em ditaduras a prazo de quatros. A estas ditaduras é dado o direito de fabricarem leis que os tornam imunes na sua corrupção, assaltam todos os lugares de chefia, roubando-os aos cidadãos competentes que os ganhariam por concurso, como em qualquer país democrático e civilizado, que eles fizeram com que Portugal deixasse de ser.

É o cúmulo, e para distrair os eleitores e poderem continuar indefinidamente a parasitar o país, assolam a população ingénua para uma guerra partidária, quando os problemas não estão nos partidos, mas naqueles que os compõem. A tal ponto que hoje não há partido por onde se escolha, há apenas meia dúzia de vigaristas (como se vê nalguns blogs) que ligam as culpas aos partidos a fim de demolirem os partidos opostos e realçarem os seus. Pode-se ser mais hipócrita? Ainda pode, os políticos corruptos. Por outro lado esses eleitores ingénuos vão atrás como carneirinhos mansos. Que montão de idiotices, de malvados e de pobres de espírito.
publicado por TC às 01:58
04
Jun
07

Um dia destes colocaram, no placar da Sala dos Professores, uma lista dos nossos nomes com a nova posição na Carreira Docente.

Fiquei a saber, Sr.ª Ministra, que para além de um novo escalão que inventou, sou, ao final de quinze anos de serviço, PROFESSORA.

Sim, a minha nova categoria, professora!

Que Querida! Obrigada!

E o que é que fui até agora?

Quando, no meu quinto ano de escolaridade, comecei a ter Educação Física, escolhi o meu futuro. Queria ser aquela professora, era aquilo que eu queria fazer o resto da minha vida… Ensinar a brincar, impor regras com jogos, fazer entender que quando vestimos o colete da mesma cor lutamos pelos mesmos objectivos, independentemente de sermos ou não amigos, ciganos, pretos, más companhias, bons ou maus alunos. Compreender que ganhar ou perder é secundário desde que nos tenhamos esforçado por dar o nosso melhor. Aplicar tudo isto na vida quotidiana…

Foi a suar que eu aprendi, tinha a certeza de que era assim que eu queria ensinar! Era nova, tinha sonhos...

O meu irmão, seis anos mais novo, fez o Mestrado e na folha de Agradecimentos da sua Tese escreve o facto de ter sido eu a encaminhá-lo para o ensino da Educação Física. Na altura fiquei orgulhosa! Agora, peço-te desculpa Mano, como me arrependo de te ter metido nisto, estou envergonhada!

Há catorze anos, enquanto, segundo a Senhora D. Lurdes Rodrigues, ainda não era professora, participava em visitas de estudo, promovia acampamentos, fazia questão de ter equipas a treinar aos fins-de-semana, entre muitas outras coisas. Os alunos respeitavam-me, os meus colegas admiravam-me, os pais consultavam-me. E eu era feliz… Saia de casa para trabalhar onde gostava, para fazer o que sempre sonhará, para ensinar como tinha aprendido!

Agora, Sr.ª Ministra, agora que sou PROFESSORA, que sou obrigada a cumprir 35 horas de trabalho, agora que não tenho tempo nem dinheiro para educar os meus filhos. Agora, porque a Senhora resolveu mudar as regras a meio (Coisa que não se faz, nem aos alunos crianças!), estou a adaptar-me, não tenho outro remédio: Entrego os meus filhos a trabalhadores revoltados na esperança que façam com eles o que eu tento fazer com os deles. Agora que me intitula professora eu não ensino a lançar ao cesto ou a rematar com precisão à baliza, não chego, sequer a vestir-lhes os coletes…

Passo aulas inteiras a tentar que formem fila ou uma roda, a ensinar que enquanto um "burro" mais velho fala os outros devem, pelo menos, nessa altura, estar calados. Passo o tempo útil de uma aula prática a mandar deitar as pastilhas elásticas fora (o que não deixa de ser prática) e a explicar-lhes que quando eu queria dizer deitar fora a pastilha não era para a cuspirem no chão do Pavilhão… E aqueles que se recusam a deita-la fora porque ainda não perdeu o sabor? (Coitados, afinal acabaram de gastar o dinheiro no bar que fica em frente à Escola para tirarem o cheiro do cigarro que o mesmo bar lhes vendeu e nunca ninguém lhes explicou o perigo que há ao mascar uma pastilha enquanto praticam exercício físico). E os que não tomam banho? E os que roubam ou agridem os colegas no balneário?

Falta disciplinar?

Desculpe, não marco!

O aluno faz a asneira, e eu é que sou castigada? Tenho que escrever a participação ao Director de Turma, tenho que reunir depois das aulas (E quem fica com os meus filhos?). Já percebeu a burocracia a que nos obriga? Já viu o tempo que demora a dar o castigo ao aluno? No seu tempo não lhe fez bem o estalo na hora certa?

Desculpe mas não me parece!

Pois eu agradeço todos os que levei!

Mas isto é apenas um desabafo, gosto de falar, discutir, argumentar com quem está no terreno e percebe, minimamente do que se fala, o que não é, com toda a certeza, o seu caso.

Bastava-lhe uma hora com o meu 5ºC… Uma hora! E eu não precisava de ter escrito tanto! E a minha Ministra (Não votei mas deram-ma… Como a médica de família, que detesto, mas que, também, me saiu na rifa e à qual devo estar agradecida porque há quem nem médico de família tenha – outro assunto) entendia porque não conseguirei trabalhar até aos 65 anos, porque é injusto o que ganho e o que congelou, porque pode sair a sexta e até a sétima versão do ECD que eu nunca fui nem serei tão boa professora como era antes de mo chamar!

Lamento profundamente a verdade!

Viana do Castelo

Ana Luísa Esperança

PQND da Escola EB 2,3 Dr. Pedro Barbosa

publicado por TC às 22:06

Recebi hoje por email este depoimento:

ESTA PRESENCIEI HOJE DE MANHÃ...NINGUÉM ME CONTOU.

Estava eu nas oficinas gerais da Câmara Municipal de Loures, quando vejo entrar uma camioneta "carregadinha" com 9 AUDIS e um Volkswagen, a estrear ...
Como sou «anormal»...logo CURIOSA, perguntei se iam vender carros.
RESPOSTA: Não, é para o presidente e acessores!!!!
FIQUEI PARVA!!!!! SÓ NESTE PAÍS !!!!!

Até acredito que a frota anterior precisasse de ser substituida; até acredito que gastassem muito dinheiro nas revisões dos carros antigos.
MAS...AUDIS????????
Não podia ser Citroen, Fiat, Opel???? Claro que não, o Zé povinho paga impostos para isto!
ÁGUA, LUZ, GAZ, REFORMAS DE MISÉRIA PARA QUEM PRODUZ. AUDIS PARA QUEM CONSOME.

ESTÃO LÁ À PORTA PARA QUEM QUISER VER...A COMUNICAÇÃO SOCIAL É QUE DEVIA AGARRAR NISTO E NÃO APENAS NA MENINA INGLESA...JÁ QUE DOS PORTUGUESES NEM MENINOS NEM MENINAS NEM A VERGONHA QUE ESTA CÂMARA E OUTRAS CÂMARAS SÃO, MAIS MINISTROS E COMISSÁRIOS POLÍTICOS! PORRA, CHEGA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
INDIGNEM-SE ... E QUE TAL SE DESTA VEZ FOSSE SEM CRAVOS?

(Se calhar estou a ver mal a «coisa»...)

publicado por TC às 22:02

links

Ganha dinheiro na Net

L-Image-4_1-216x54

tags

todas as tags

blogs SAPO