...este é um espaço que revela alguns "pecados" do povo tuga. Os nossos políticos são do pior... e o povo manso releva...

tags

todas as tags

Pesquisa personalizada

12
Jan
08
Hoje, três notícias referentes a pessoas próximas do Poder, merecem ser analisadas e os casos nelas contidos devem ser acompanhados até ao encerramento final. Em democracia o cidadão é chamado a dar o seu voto a programas que lhe são apresentados por grupos de candidatos que mal conhece, pelo que tem o dever de, no dia-a-dia, acompanhar os acontecimentos a fim de, no momento próprio, tomar uma decisão consciente e bem fundamentada. É para isso que a democracia dá grande importância à liberdade de expressão e de opinião.
As referidas notícias são as seguintes (apenas transcreve peuqena parte dos textos, deixando aos interessados os elementos que permitam consultar os originais.

1. Tribunal anula pronúncia do deputado António Preto
Público. 12.01.2008,
António Arnaldo Mesquita

O processo em que o deputado social-democrata António Preto é suspeito de falsificação e fraude fiscal sofreu um volte-face. Depois de o julgamento, com início marcado para o dia 8 de Maio de 2007 nas Varas Criminais de Lisboa, ter sido adiado, os autos foram devolvidos ao Tribunal Central de Instrução Criminal esta semana. O Tribunal da Relação de Lisboa anulou o despacho de pronúncia e determinou que o juiz Carlos Alexandre aprecie as escutas telefónicas. (…) A defesa sustentava que a destruição de conversas gravadas em algumas sessões a impediria de verificar se nas intercepções feitas "havia elementos de provas essenciais para o esclarecimento dos factos". Lembrando que a destruição era um fenómeno irreversível, o que impedia a reconstituição total das conversas interceptadas, a defesa dos empresários preconizava a não utilização como meio de prova das escutas anexas aos autos (…).

2. Libertados dois antigos dirigentes da Independente
Público. 12.01.2008,
António Arnaldo Mesquita

Rui Verde e Amadeu Lima de Carvalho, os dois únicos arguidos do inquérito da Universidade Independente (UnI) privados de liberdade, foram soltos esta semana, apurou o PÚBLICO.
O ex-vice-reitor viu extinta a prisão preventiva a que estava sujeito desde 22 de Março de 2007, por decisão do Tribunal da Relação de Lisboa, ao passo que Lima de Carvalho saiu em liberdade por iniciativa do Ministério Público. (…)O acórdão foi proferido esta semana e traduziu-se na libertação de Rui Verde, apesar de os desembargadores considerarem que subsistem os fortes indícios da prática de vários crimes (burla agravada, abuso de confiança e falsificação de documento) que estiveram na origem da prisão preventiva do referido arguido. (…)

3. Paulo Pedroso obrigado a indemnizar autor de blogue
Público. 12.01.2008
Margarida Gomes

O ex-ministro do Trabalho e da Solidariedade, Paulo Pedroso, e o seu irmão, João Pedroso, foram condenados pelo tribunal a pagar uma indemnização cível no valor de 2500 euros ao professor universitário e autor do blogue doportugalprofundo, António Balbino Caldeira, por danos não patrimoniais. (…)
publicado por TC às 17:08
De Biranta a 21 de Janeiro de 2008 às 12:28
Meu caro João!
Que grande contradição!
(até rimou)
Neste texto você "denuncia, entre outras decisões aberrantes da justiça, uma sentença de indemnização ao autor do blog "Do Portugal Profundo", por parte de Paulo Pedroso. Quanto deveria ser a indemnização a Paulo Pedroso por parte desse autor desse blog pela sua participação naquela conspiração aberrante de que Pedroso foi vítima?
O cariz descaradamente neo-con, reaccionário para não dizer pior, daquele blog nunca me enganou e acho mesmo que o seu autor é um reles conspirador, tal como os seus "amigos": como por exemplo José M. Martins.
Tudo "negação absoluta e genuína" da democracia...
A meu ver, assim começa a cair a máscara ao autor do dito blog: através do apoio da escumalha que enxameia a nossa justiça e que é do mesmo quilate. Mas, surpresa das surpresas, eis que o mesmo blog aparece premiado, aí na margem, como "blog democrático" que é coisa de cuja ele nada tem; antes é um veículo de propaganda de ideias nazis, apoiante de conspirações como é o caso do Processo Casa Pia. Claro que é favorecido por sentenças como essa e pela propaganda dos OCS.
Ou será que eu entendi mal? Que você apoia a sentença, absurda e de perfeita chulice como acontece com tantas outras semelhantes?
Acerca dos processos que investigam a autopria dos meus blogues e do blog "Muimentiroso" a comunicação social não fala. Porque será? Pois é! Eu não sou neo-con e odeio essa escumalha maldita que tantas desgraças provoca.
Se as pessoas com pretensões intelectualoides não distinguem estas coisas e se deixam enganar, influenciar, por estes esquemas baixos da propaganda neo-con (com que se pretende promover um Sarkozy para Portugal), como é que a nossa sociedade se vai livrar, algum dia, do domínio sofocante dessa escumalha, também ao nível da propaganda e da comunicação?
Não gostei! Apoio descarada a neo-nazis num blog que se chama DEMOCRACIA? Afinal em quem pode o cidadão confiar?
Eu até ia fazer um link para aqui, mas acabei perdendo o m,eu tempo neste comentário, quando me deparei com semelhante coisa.
De facto "Do Portugal Profundo" e eu estamos em campos opostos. Por isso os insultos que me foram dirigidos lá e que muito me orgulham, porque indicam que estou no caminho certo e que tenho razão quanto a estas matérias.
Vou-me "curar" porque o que tenho visto, na blogoesfera, quanto a esta matéria, numa graande parte dos blogues que eu julgava me merecer alguma consideração é demasiado indigesto.
Cambada de pategos!

links

Ganha dinheiro na Net

L-Image-4_1-216x54

tags

todas as tags

blogs SAPO