...este é um espaço que revela alguns "pecados" do povo tuga. Os nossos políticos são do pior... e o povo manso releva...

tags

todas as tags

Pesquisa personalizada

14
Jan
07
É pena, com muita pena que como português assisto ao afundar de um barco, que é de todos. O nosso ex.mo sr. ministro das finanças, Teixeira dos Santos, mete água por todos os lados e dá cada calinada, capaz de envergonhar qualquer caloiro da cadeira de economia.
Aqui há uns tempos o nosso insígne ministro a respeito da barragem de Cabora Bassa ( Moçambique ), e do perdão de muitos milhões de euros a esse país, afirmava que não tinha inportância esse dinheiro para o combate ao défice ( Que é uma doença deste Governo ). Aconteçe, que não se coibiu de fazer mãos largas com o que não é dele, ou seja o dinheiro do Estado. Também não tem pejo, em despir a camisa a qualquer desgraçado que deva algum dinheiro ao fisco, independentemente dos motivos e mais, a pouca vergonha atinge o disparate de julgar que combate o défice, com o aumento dos impostos.
Economistas assim arruinam o país, este senhor não tem capacidade para mais? Será que os aumentos de impostos, a contenção salarial, são as únicas ferramentas que conhece?
Sabe muito pouco de economia, esta obecessão pelo controlo do défice, é pura ilusão. Daqui a três anos continuamos na mesma e o défice a aumentar.
Segundo o correio da manhã, vejam esta outra calinada!

"O Estado não vai reduzir as despesas no próximo ano, apesar das palavras de ordem serem “rigor e contenção” e do ministro das Finanças afirmar que o Orçamento de Estado para 2007 aprofunda a estratégia assente na redução da despesa. Entre 2006 e 2007, a despesa total do Estado deverá subir perto de 1900 milhões de euros, enquanto a despesa primária subirá 1463 milhões de euros, de acordo com a proposta de OE.
Uma subida que foi minimizada por Teixeira dos Santos."

Agora está em estudo a aplicabilidade de mais um imposto sobre a saúde. É caso para nós portugueses perguntar-mos, para que precisamos de um Estado assim, para que precisamos de país que nada tem para oferecer aos portugueses, a não ser miséria pobreza e fome?
Para que precisamos de Estado que se demite e abandona as funções de regulador da economia, descartando-se das atribuições sociais e entregando não mão de privados?
Que rumo, leva esta política de terra queimada, que nos arrasta a passos largos, para a cauda de toda a Europa?

Ás patacoadas do Exmo. sr. ministro da economia podemos juntar muitas outras, aonde estão os bons economistas deste país?

Qualquer aprendiz de economia, corará de vergonha, pelo exemplo e lição dada por tão ilustre personalidade, da nossa quinta!

A Voz do Povo
publicado por TC às 23:42
De Tiago Carneiro a 15 de Janeiro de 2007 às 00:02
É deveras um grande economista. Para aumentar as receitas aumentam impostos.

Produtividade e boa getão é que não.

Agora ainda vai embora a PT - uma das últimas grandes e viáveis empresas públicas. O dinheirinho que entra dá para cobir o défice deste ano. Os que vierem a seguir que se arrangem!

CAMBADA!

Abraço
Tiago
De Pedro Lima a 16 de Janeiro de 2007 às 00:00
Não era a 1ª dama de Angola, a mulher do Exmo José Eduardo dos Santos que andava a passear para o Brasil a pagar 100.000$ em moeda antiga por dia?

links

Ganha dinheiro na Net

L-Image-4_1-216x54

tags

todas as tags

blogs SAPO