...este é um espaço que revela alguns "pecados" do povo tuga. Os nossos políticos são do pior... e o povo manso releva...

tags

todas as tags

Pesquisa personalizada

26
Mar
10

Santa Maria: indemnização de 32 mil euros por cegueira

COMENTÁRIO: O 1º Ministro, o Presidente da República, os Líderes da Oposição, o Bastonário da Ordem dos Médicos, o Bastonário da Ordem dos Advogados, os Juízes.............
.......deviam todos enterrar a cabeça em MERDA....................com vergonha!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
QUE VERGONHA!!!!!!!!!!
Não há neste país um advogado (dos conceituados) honesto que leve esta causa (pro bono) ao Tribunal Europeu para fazer estes senhores terem VERGONHA NA CARA?
Onde está a vontade de lutar pela justiça dos Judices, dos Sá Fernandes,......???

Estes Srs. sabem quanto custa treinar um cão guia?
Estes Srs. sabem quanto custará transformar uma casa para um cego?
Estes Srs. sabem quanto tempo duram 32.000€ a um cego que tenha emprego?
E a um que não tenha?

Quanto vale a possibilidade de poder ver o mar?
E o luar?
E os filhos?
E os netos?

PUTA QUE OS PARIU!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Não está em causa estes novos cego quererem ou não mais dinheiro. DEVIAM RECEBER muito mais e um grande pedido de desculpa da Ministra da Saúde e dos (des)governantes, dos gestores hospitalares, dos chefes de serviço...
UM GRANDE PEDIDO DE PERDÃO.

Quem faz parte dessa Comissão que decidiu esses valores ridículos?
Quanto ganham?
Ganharam horas extras para reunir? Quanto?

32.000 : 12 meses = 2666€ até nem era um mau ordenado mensal num ano.
E depois?

32.000 : 36 meses = 888€ com uma casa para sustentar já está limitado...

32.000 : 60 meses = 533€ .........................dá para sobreviver...

O que mereciam estas pessoas cegadas pela incompetência/negligência do nosso SNS?

Para mim mereciam poder viver o resto das suas vidas como quisessem!
Ao sol no Hawaii ou no descanso da paz de sua nova mansão! Como quisessem!
Se quisessem dar a fortuna recebida à família, a instituições de solidariedade, aos sem abrigo....
Faziam como quisessem!!!
Ganharam o direito de receber ALGO que muitos cabrões (políticos/gestores) não merecem e recebem. Porque são ELES que decidem!!!

Que País miserável!

Os cegos somos todos nós que continuamos a permitir que haja estas injustiças...

...
publicado por TC às 20:28

O tipo de coisa que me leva a pensar que o sistema enlouqueceu! Assim nos ensinam a não resistir aos criminosos, a não reagir, a sucumbir à intimidação e à opressão!

Um militar da GNR acusado de ter morto a tiro um jovem (ladrão) de 18 anos em 2006 foi hoje condenado a 16 anos de prisão pelo Tribunal de Loures.

Vamos assinar a pedir a libertação deste Homem.

Clicar aqui, ou aceder a este site
http://www.peticaopublica.com/?pi=P2009N311

para assinar a petição antes analise o que conteceu....

Um soldado da GNR de Loures matou um rapaz de 18 anos - Pedro Vasconcelos, conhecido por 'Cavalo' - e baleou na perna uma rapariga de 19 - Romina Santos - quando tentava defender-se de uma alegada tentativa de assalto. O grupo de seis elementos cercou o militar perto do recinto das festas do concelho, durante um festival gastronómico de caracóis. Os disparos terão sido feitos em legítima defesa, mas não impediram que, depois, o GNR fosse esfaqueado e espancado, até ficar inconsciente, pelos amigos da vítima mortal. O soldado está internado sob detenção para ser interrogado.
Pelas 02h30 de ontem o militar, de 25 anos, e a gozar uma folga, abandonou o recinto de um concerto, junto ao Pavilhão Paz e Amizade. Ao dirigir-se para o carro estacionado perto da rotunda da Mealhada, o soldado foi abordado por cinco homens e uma mulher - cinco deles negros e um branco.
Segundo uma fonte policial, um dos rapazes exigiu ao militar o fio de ouro que ele trazia ao pescoço, e, perante uma nega, começou a agredi-lo de imediato, com uma série de murros e pontapés.
Na tentativa de se defender, o soldado mostrou a sua identificação da GNR, mas nem assim as agressões cessaram. O militar sacou da arma pessoal, um revólver calibre .38, e disparou "dois tiros de intimidação", adiantou fonte da GNR.
Um dos disparos atingiu no peito Pedro Vasconcelos, que caiu inanimado. O segundo tiro atingiu numa das pernas Romina Santos, a única mulher do grupo. A reacção do militar valeu-lhe uma facada na perna, desferida por outro assaltante.
"Agrediram-no com muita violência. Partiram-lhe os dentes da frente e se entretanto não chegasse um agente da PSP que patrulhava a zona, e conseguiu espantar os jovens, ele tinha sido morto", adiantou a mesma fonte.
De imediato a PSP reforçou o patrulhamento na zona, preservando as provas até à chegada de uma brigada da Secção de Homicídios da Polícia Judiciária, que tomou conta da investigação. Ao início da noite de ontem, os quatro fugitivos ainda não tinham sido detidos.
O soldado ficou inconsciente e foi levado para o Hospital Militar da Estrela, e posteriormente para o Centro Clínico da GNR.Durante o dia de ontem, de acordo com fonte policial, ainda conseguiu dizer algumas palavras do ocorrido. Mantém-se internado sob detenção para interrogatório pela Judiciária.
Já o rapaz e a rapariga baleados foram transportados pelos Bombeiros de Loures para o Hospital de Santa Maria. O CM apurou que Pedro Vasconcelos, atingido no peito, morreu pouco depois de ter entrado no hospital.
Já Romina Santos, baleada numa perna, permanecia ontem internada naquela unidade hospitalar mas fora de perigo.

RELATÓRIO JÁ ESTÁ NA IGAI
O Comando-Geral da GNR enviou ontem para a Inspecção-Geral da Administração Interna (IGAI) um relatório com os factos ocorridos na madrugada de ontem junto ao Pavilhão Paz e Amizade, em Loures. Apesar de o soldado assaltado se encontrar fora de serviço quando foi abordado por um grupo de assaltantes, o facto de ter disparado uma arma - mesmo que a pessoal - leva à abertura, de imediato, de um processo interno para averiguar o caso, disse uma fonte da Guarda ao CM.
O soldado, na GNR desde 2003, já tinha passado pelo Regimento de Infantaria mas, há cerca de dois anos, foi colocado ao serviço do Destacamento da GNR de Loures. Os dois disparos "de intimidação" que efectuou foram feitos com a sua arma pessoal, uma Magnum .38 - apenas permitida como arma pessoal a elementos das forças de segurança, explicou ao CM outra fonte policial. Só a resposta do IGAI vai permitir saber se a forma de actuação do militar poderá resultar num processo disciplinar dentro da GNR.
(...)
publicado por TC às 20:21
19
Jul
08
O pai de uma criança abusada sexualmente foi detido esta sexta-feira no Tribunal de Santarém, depois de ter injuriado e tentado agredir um juiz e dois magistrados de Ministério Publico, informou fonte judicial. O homem terá manifestado desta forma o descontentamento com a decisão que ditou a prisão por quatro anos e meio do abusador da sua filha.
Veja a notícia completa AQUI.

Ainda há quem se admire e diga que o Dr. Marinho (Bastonário) não fala verdade.
Os juízes não fazem justiça!!!
A justiça em Portugal é só para alguns!!!

EU APLAUDO ESTE PAI. Estou solidário!!! Desde já digo a este PAI que estou disponível para contribuir com 500€ para o Estado ser processado por não garantir justiça aos seus cidadãos.

Isto não pode ficar impune. Um pedófilo ser condenado a quatro anos e meio de prisão efectiva por quatro crimes de abuso sexual!!!!! QUE MERDA É ESTA???


E se fosse a filha de um político???
E se fosse a filha de um Juiz???


Repito: 500€ de contribuição para processar o Estado. E faz-me falta. Mas não aguento mais.
publicado por TC às 01:45
15
Jun
08
Segundo o Correio da Manhã, o juiz-conselheiro Souto Moura (ex PGR) libertou no Supremo Tribunal uma mulher que tentou (ficou provado) matar uma criança de 11 anos. Depois de a ter atropelado propositadamente, ainda tentou passar-lhe por cima com o rodado do veículo.
SÓ CÁ!!!
Que justiça...

publicado por TC às 23:33
14
Jun
08
É possível ser pedófilo e passar impune....desde que seja na net!!!
A nova lei (criada à medida) impede que se apanhem os que gostam de ver meninos nus na net.
Vejam aqui.
FILHOS DA PUTA
publicado por TC às 15:43
06
Mai
08
Em que ficamos?
O homem (salvo seja) é ou não pedófilo? O Paulinho gosta ou não de enrabar meninos?

O tribunal disse que não havia provas.
Mas é o tribunal que agora vem dizer que os meninos que o acusaram não o difamaram.
Então?

Se me chamarem "rabeta" eu fico ofendido. A não ser que seja.
Se não houve difamação.....é!!! Ou não é?

Vejam a notícia completa AQUI.
publicado por TC às 22:25
25
Abr
08
Verdadeiramente chocante o que se passa neste País sem haver culpados.
O tribunal de Santa Maria da Feira um Edifício de 17 anos de construção, falência de três Empreiteiros e feito num Pântano, fecha-se por estar a ruir.
Quem foram os responsáveis desta obra, qual a responsabilidade atribuída agora a esta gente???
Isto é crime patrimonial, há crime nesta obra, há que se pedir ao Ministério Publico para abrir um processo a esta situação de quem mandou fazer uma obra num pântano e de quem era os terrenos na altura , também é importante saber-se disto.

"Aguardávamos há anos que o Ministério da Justiça tomasse uma iniciativa..." disse Alfredo Henriques
Público de 24 de Abril de 2008

Se aguardavam há anos então a minha conclusão é outra:
Já está a cair há mais tempo.......mmmmmmmmmmmmmmm
Os ladrões que construíram e os que mandaram construir são mesmo bons...

publicado por TC às 00:27
22
Abr
08
Sr. Juiz, só é pena que este "jovem" não lhe roube a casa de seguida.
Com certeza não teremos essa sorte.
O prémio sairá a outro desgraçado que vai levar com este CRIMINOSO.

Como é possível?

Que cambada!

É para poupar nas prisões tb?

PALHAÇOS!!!

Esta notícia está no 24 horas de hoje.
publicado por TC às 09:33
17
Abr
08
«em Portugal há um tabu político em relação ao combate à corrupção» Mª José Morgado
Não!!!! É mentira... Metam essa senhora na cadeia por caluniar os nossos tão honestos políticos...

«deveriam publicar todos os anos a lista dos 20 ou 30 fornecedores com quem tiveram contratação e adjudicação de serviços» Mª José Morgado
Ora cá está uma rica ideia... que nunca irá para a frente!!!!

Maria José Morgado realçou que os fenómenos da corrupção ou actividades corruptivas «não estão radiografados» em Portugal...
Estão!!! Estão!!! Vejam neste blog mais de 500 exemplos. Quase todos na POLÍTICA!!!

Ler a notícia completa.
publicado por TC às 21:53
16
Abr
08
O Tribunal Constitucional é um tribunal de nomeação politica e por esse facto, resolveram
comprar automóveis de Luxo e Super Luxo para cada um dos Juízes (de nomeação política).

Estes carros são utilizados pelos Juízes num total de 13 para todo o serviço, precisamente
como acontece nas grandes Empresas.

1- O Presidente tem um BMW 740 D (129.245 =80 / 25.849 contos)(o Belmiro de
Azevedo tinha um automóvel da classe/série 7 da BMW, mas comprou-o com o seu
próprio dinheiro).

2- O Vice-Presidente : BMW 530 D ( 72.664 =80 /14.533 contos).
3- Os restantes 11 Juízes têm BMW 320 D ( 42.145 =80 / 8.429 contos, cada).
Portanto, uma frota automóvel no valor de 665.504 =80/ 133.101 contos (muito mais de meio
milhão de Euros?!!!).


A que propósito estes Juízes têm carro de serviço/empresa???

E de luxo???

Estão a gozar com o povo.
publicado por TC às 00:40
26
Mar
08
A manchete de ontem do semanário Sol deixou-me estarrecido. Então não é que o jornal revela que o "Governo colabora na acção de Pedroso contra o Estado"?
Segundo o Sol, "um documento de Catalina Pestana apareceu misteriosamente nas mãos do advogado de Paulo Pedroso. E quem o passou foi o chefe de gabinete do ministro Vieira da Silva. A juíza já participou ao Ministério Público. O caso prova as ligações entre o Governo e Paulo Pedroso, num caso em que este processa o Estado". Para quem não tenha presente o que isto pode representar, diga-se que, diz o jornal, "o documento foi apresentado por Celso Cruzeiro em tribunal, de uma forma que indicia uma estreita ligação entre Pedroso e o Governo e que pode contribuir para a condenação do Estado".
O ex-ministro do PS, e membro do núcleo duro do antigo secretário-geral socialista Ferro Rodrigues (tal como Vieira da Silva, aliás), pede nada mais nada menos do que 800 mil euros ao Estado de indemnização por ter sido alegadamente envolvido no chamado escândalo da pedofilia na Casa Pia.
Pedroso está no seu direito, se se acha inocente e se tiver fortes provas disso. O que não é normal é que seja um gabinete governamental a ajudá-lo numa acção contra o Estado português. Demonstra falta de tudo do gabinete em causa: falta de sentido de Estado, de sentido de dever público, de sentido democrático e até falta de pudor. É que o ministro Vieira da Silva tem a tutela da Casa Pia e foi o braço-esquerdo de Ferro Rodrigues (Pedroso era o direito), portanto alguma coisa fica por explicar.
A partir de agora, e com a notícia do Sol, passa a haver mais um ministro na corda bamba. Maria de Lurdes Rodrigues talvez dure mais uns tempos. Vieira da Silva, num País normal, caía hoje mesmo. Mas estamos em Portugal, onde nada acontece.
publicado por TC às 23:52
12
Jan
08
Hoje, três notícias referentes a pessoas próximas do Poder, merecem ser analisadas e os casos nelas contidos devem ser acompanhados até ao encerramento final. Em democracia o cidadão é chamado a dar o seu voto a programas que lhe são apresentados por grupos de candidatos que mal conhece, pelo que tem o dever de, no dia-a-dia, acompanhar os acontecimentos a fim de, no momento próprio, tomar uma decisão consciente e bem fundamentada. É para isso que a democracia dá grande importância à liberdade de expressão e de opinião.
As referidas notícias são as seguintes (apenas transcreve peuqena parte dos textos, deixando aos interessados os elementos que permitam consultar os originais.

1. Tribunal anula pronúncia do deputado António Preto
Público. 12.01.2008,
António Arnaldo Mesquita

O processo em que o deputado social-democrata António Preto é suspeito de falsificação e fraude fiscal sofreu um volte-face. Depois de o julgamento, com início marcado para o dia 8 de Maio de 2007 nas Varas Criminais de Lisboa, ter sido adiado, os autos foram devolvidos ao Tribunal Central de Instrução Criminal esta semana. O Tribunal da Relação de Lisboa anulou o despacho de pronúncia e determinou que o juiz Carlos Alexandre aprecie as escutas telefónicas. (…) A defesa sustentava que a destruição de conversas gravadas em algumas sessões a impediria de verificar se nas intercepções feitas "havia elementos de provas essenciais para o esclarecimento dos factos". Lembrando que a destruição era um fenómeno irreversível, o que impedia a reconstituição total das conversas interceptadas, a defesa dos empresários preconizava a não utilização como meio de prova das escutas anexas aos autos (…).

2. Libertados dois antigos dirigentes da Independente
Público. 12.01.2008,
António Arnaldo Mesquita

Rui Verde e Amadeu Lima de Carvalho, os dois únicos arguidos do inquérito da Universidade Independente (UnI) privados de liberdade, foram soltos esta semana, apurou o PÚBLICO.
O ex-vice-reitor viu extinta a prisão preventiva a que estava sujeito desde 22 de Março de 2007, por decisão do Tribunal da Relação de Lisboa, ao passo que Lima de Carvalho saiu em liberdade por iniciativa do Ministério Público. (…)O acórdão foi proferido esta semana e traduziu-se na libertação de Rui Verde, apesar de os desembargadores considerarem que subsistem os fortes indícios da prática de vários crimes (burla agravada, abuso de confiança e falsificação de documento) que estiveram na origem da prisão preventiva do referido arguido. (…)

3. Paulo Pedroso obrigado a indemnizar autor de blogue
Público. 12.01.2008
Margarida Gomes

O ex-ministro do Trabalho e da Solidariedade, Paulo Pedroso, e o seu irmão, João Pedroso, foram condenados pelo tribunal a pagar uma indemnização cível no valor de 2500 euros ao professor universitário e autor do blogue doportugalprofundo, António Balbino Caldeira, por danos não patrimoniais. (…)
publicado por TC às 17:08
11
Jan
08
In SOCIOCRACIA
...Mais exemplos e casos vieram à conversa até que, a dada altura, esta história:
É como o caso dum indivíduo que mora ali (fez sinal, com a cabeça, na direcção da zona habitacional); agora está no estrangeiro. Vai muitas vezes ao estrangeiro. Tem 42 anos e é um grande traficante de droga, do pior que há.
É filho dum juiz; mas não é um juiz qualquer, é dos importantes. Quando a polícia vem procurá-lo, para o prender, o pai é informado previamente e avisa-o. Ele fecha-se em casa e não abre a porta a ninguém. É o que o pai lhe diz para fazer. Ou então vai para casa da mãe. E pronto! Continua por aí a fazer o que quer, impunemente, a traficar droga, a desgraçar a vida de tanta gente, e ninguém lhe toca, ninguém o prende porque é filho do juiz… É uma pouca vergonha!”

Neste texto, podemos encontrar as seguintes passagens:
Há meses, um profissional das “Forças da Ordem”, comentava, falando com conhecidos, perto dum vendedor, na “Feira do Relógio”, em Lisboa, que “o traficante de droga mais arrogante, pérfido e perigoso que conhece é filho dum juiz e “usa” o cargo do pai para se garantir impunidade. O facto é do conhecimento de todos e, por isso, conta com a passividade das polícias que têm de fazer “vista grossa” aos seus crimes”.

Há tempo, em conversa com um jornalista que tinha feito umas matérias sobre toxicodependência, este relatou que foi procurado, em casa, por um juiz, dum tribunal superior, que lhe relatou, com nomes (e quase com lágrimas nos olhos), ter conhecimento de várias figuras importantes do País, ligadas ao tráfico de droga, incluindo juízes, também eles de tribunais superiores. Porém o “facto” não foi objecto de notícia nem de denúncia, porque o Juiz não se quis assumir (não tem essa obrigação, como juiz… os cidadãos é que têm…) e o jornalista “não tem provas”. Estava fresca, na memória de todos, a condenação do jornalista Manso Preto…

Neste outro texto, encontramos isto:
(Assassinato dum jovem de cor, por um grupo de “skin heads”, no Bairro Alto)
Segundo esta versão, a briga terá envolvido vários “skin heads” e também vários jovens de cor.
Enquanto que o grosso do grupo dos “skin heads” “jogava à estalada” com o grosso do grupo dos indivíduos de cor, dois dos “skin heads” isolaram um jovem de cor, arrancaram um poste da calçada e assassinaram-no, fugindo, de seguida.
Como o “arraial” de estalada continuava, a polícia chegou e prendeu os que brigavam, acusando-os de crime.
Sucede porém que um dos assassinos é filho dum juiz, que o mandou para o Brasil, no dia seguinte, juntamente com o “amigo” e co-autor do crime, enquanto que os restantes eram presos e enfrentavam a acusação… pela qual foram condenados a cumprir pena de prisão

Portanto, recapitulando:
- Indivíduo de 42 anos que mora perto do C.C.B. e trafica droga; filho de Juiz…;
- Fulano, conhecido das forças da ordem como traficante de droga, do pior que há, mas que beneficia da respectiva complacência (ninguém lhe toca) porque é filho dum juiz…;
- “Skin head” envolvido no assassinato dum jovem de cor, a quem o pai, Juiz, garantiu uma viagem para o Brasil, no dia seguinte, para escapar à acusação e à prisão, deixando os comparsas a braços com a condenação…
É o mesmo “filho”, do mesmo juiz, ou são vários filhos de vários juízes? Afinal quantos são?
Juízes e outras figuras importantes (figurões) conhecidos pelos seus pares (os juízes) como envolvidos com a alta criminalidade e o tráfico de droga, provocando nalguns dos seus pares, frustração, revolta, indignação, angústia… quantos são?

Afinal, quantos são?
Como é que a justiça não há-de estar em crise? Como podemos nos admirar com a enorme quantidade de sentenças aberrantes, protegendo criminosos e perseguindo e prendendo inocentes e pessoas de bem?
E diz o outro (o P.G.R.) que não sabe como resolver os problemas da justiça… Pois não! Compactuando com situações escabrosas assim, é impossível.
É caso para dizer: - As coisas que ele não sabe, apesar de toda a gente saber.
publicado por TC às 01:33
10
Nov
07
Ficaram em liberdade os dois homens acusados de abusar sexualmente de três crianças menores, em Cantanhede e Porto de Mós. Os juízes deram como provados os crimes em ambos os casos, mas optaram pela aplicação de penas suspensas.

As decisões foram proferidas nos últimos dias. No Tribunal de Porto de Mós, chegou ao fim o julgamento de um homem de 30 anos, acusado de ter abusado de uma menina de sete. O arguido, residente em Alcanede, negou ter molestado a criança, mas o Tribunal deu os factos como provados.

Segundo a prova produzida nas audiências, o homem aproveitou-se da circunstância de ser conhecido da família para estar com a menina e abusar dela sexualmente, durante uma ausência momentânea da mãe, em Fevereiro de 2004.

Quando a mulher regressou a casa, encontrou a porta do quarto fechada. Após bater várias vezes, a menina saiu a chorar, seminua. Dado que o arguido não tinha antecedentes criminais e agiu embriagado, o Tribunal condenou-o a uma pena de dois anos de prisão, suspensa por igual período. A título indemnizatório, terá de entregar cinco mil euros aos pais da menor.

Em Cantanhede, um sargento do Exército, de 32 anos, foi condenado a quatro anos de prisão pelo abuso sexual de uma filha e uma sobrinha, de seis e 13 anos, respectivamente.

A pena também foi suspensa, por quatro anos, por o militar ter confessado a autoria dos abusos, ser primário e por ter demonstrado vontade de se tratar do “problema de índole sexual de que padece”.

O sargento abusou da filha duas vezes em 2003, quando a mulher estava a trabalhar e, mais tarde, fez o mesmo à sobrinha, que contou aos pais. Estes queixaram-se às autoridades, dando origem ao processo julgado no Tribunal de Cantanhede.

A suspensão da pena obriga o militar a fazer prova de um plano individual de readaptação social, que prevê a ida a consultas psicológicas com especialistas neste tipo de distúrbios comportamentais. Foi iniciado um processo para o inibir do poder paternal.

In Correio da Manhã
publicado por TC às 13:12
08
Nov
07

«Os quatro amigos já estavam no chão quando um dos assaltantes os correu à facada. Um por um. Três recuperam no hospital mas um rapaz de 22 anos morreu com um corte na barriga. Os assaltantes brasileiros fugiram da Ericeira logo na madrugada de sábado, mas dois dias depois atenderam o telemóvel à Judiciária. Apresentaram-se voluntariamente e – ao abrigo da nova lei – voltaram para casa.

BASTA QUE SE ANTECIPEM À POLÍCIA

Disparou sobre a própria mulher, levou-a até ao hospital e entregou o revólver à PSP de Belém, Lisboa: à luz da nova Lei Penal é um homem livre, apenas porque se entregou. Foi este o primeiro caso depois de 15 de Setembro, quando o novo Código de Processo Penal entrou em vigor, e que o CM avançou duas semanas depois. A vítima não morreu “mas o crime é indiferente”, alertaram na altura fontes judiciais. A prova está agora no assalto da Ericeira, em que um rapaz de 22 anos não resistiu a um golpe de faca na barriga. “Agora fica à solta quem se antecipar ao mandado de captura – só tem de ser o próprio a apresentar-se à polícia”.»


http://www.moteparamotim.blogspot.com
publicado por TC às 23:43
16
Jul
07
É a 2ª notícia

CORRUPÇÃO DOS TRIBUNAIS - PRATICADA POR JUÍZES, TODOS ARRASTADOS À SUA PRÁTICA POR UM DOS BASTONÁRIOS DOS ADVOGADOS – Augusto Lopes Cardoso era o bastonário/advogado de Angola, PRECISAMENTE CONDECORADO PELO PRESIDENTE DA REPÚBLICA NO ÚLTIMO DIA DE PORTUGAL, COM UMA GRÃ CRUZ.
publicado por TC às 15:42
31
Mai
07
Que CABRÃO!!!
publicado por TC às 19:24
11
Mar
07
Por Manuel Agostinho Magalhães
O advogado de 46 anos, acusado de abuso sexual no processo de pedofilia da Casa Pia, está à beira de ser admitido no curso de formação de magistrados. O nome de Hugo Marçal vem publicado no Diário da República de ontem, com a indicação de estar dispensado de realizar as provas escrita e oral. Está com um pé no CEJ.
Hugo Marçal está em vias de ser admitido a frequentar o curso de auditor de justiça do Centro de Estudos Judiciários. O nome do arguido no processo de pedofilia da Casa Pia vem publicado no Diário da República de ontem, entre centenas de candidatos a frequentar a escola que forma os juízes portugueses. Mas ao contrário dos outros, Hugo Marçal não vai prestar provas. Pelo facto de ser doutor em Direito - grau académico que terá obtido em Espanha - está por lei «isento da fase escrita e oral» e tem ainda «preferência sobre os restantes candidatos». Resultado: o advogado de Elvas está na prática à beira de ser seleccionado para o curso que formará a próxima geração de magistrados.
O nome de Hugo Manuel Santos Marçal surge na página 4961 do Diário da República de ontem, 2.ª série, com o número 802, na lista de candidatos a ingressar no CEJ.
Se concluir o curso com aproveitamento e iniciar uma carreira nos tribunais – primeiro como auditor de justiça, depois como juiz de direito – Marçal terá também o privilégio de não ser julgado num tribunal de primeira instância.
Assim, se o julgamento do processo Casa Pia ainda subsistir, haverá que proceder à separação de processos, e o caso de Marçal será tratado por juízes desembargadores, no tribunal da Relação.
Advogado em Elvas, Hugo Marçal, de 46 anos, é suspeito do abuso reiterado de um ex-aluno da Casa Pia e de ser cúmplice no esquema de prostituição alegadamente montado por Carlos Silvino.
A acusação relaciona-o com os encontros numa casa de Elvas onde menores da Casa Pia mantinham relações sexuais com clientes angariados por Silvino, o ex-motorista da Casa Pia e principal arguido do processo.
São ainda acusados neste processo Carlos Cruz, o ex-provedor-adjunto da Casa Pia, Manuel Abrantes, e o médico Ferreira Diniz, entre outros.
O Ministério Público pretende que Hugo Marçal seja condenado por 36 crimes: 22 de lenocínio e 14 de abusos sexuais de menores (respeitantes a um único menor).
publicado por TC às 23:47
04
Mar
07
Na televisão passaram hoje dois casos, que nos deixam a pensar a todos os portugueses! O primeiro caso, noticiado no jornal da SIC, remete-nos para a história de um individuo que por um crime cometido há sete anos, foi condenado numa pena de 12 meses de prisão. Beneficiando de uma amnistia, o sujeito não foi preso. Hoje cinco anos após a condenação e depois de devidamente integrado na sociedade e recuperado socialmente, com testemunhos credíveis incluíndo o do próprio patrão, recebe ordem de prisão e tem de a ir cumprir!
Será que estamos num país dito civilizado, da Europa? Ou em qualquer república das bananas? E revoltante e um atentado, aos direitos do cidadão.
Mas os bananas que assim decidiram, se calhar foram os mesmos que soltaram pelo indulto, um empresário que não teria direito ao benefício. Também concerteza, os mesmos que permitiram que o China fosse colocado em liberdade!
Estamos mesmo numa república das bananas e de bananas

O Segundo caso passou-se à cinco anos no Hospital Santos Silva em Vila Nova de Gaia, desapareceu uma idosa de 71 anos Joaquina de Jesus, que tinha sido internada de urgência. Até hoje nunca mais apareceu. Ninguém soube dar conta do que sucedeu à senhora! A Polícia Judiciária
tem o caso arquivado.

Entretanto a família move um processo judicial ao hospital, o mesmo é condenado a uma indeminização de 15.000 Euros ( a meu ver irrisória para tanta irresponsabilidade). O hospital recorre e é anulada a primeira sentença! Bem o caso continua nos tribunais.

Este caso é no mínimo de despudor e desrespeito pela família da idosa!

Quem são os responsáveis? Mais uma vez a culpa morre solteira e mais grave o mistério mantem-se!
Que Justiça temos? Em que país vivemos?
publicado por TC às 01:52
27
Fev
07
O governo preparara-se para despenalizar o uso dos cheques carecas, com o argumento que os nossos tribunais se encontram entupidos com processos resultantes desta prática.




O espaço em branco é para tentar demonstrar o quanto a minha alma ficou parva com a simplicidade desta ideia. Ainda bem que estou a escrever e não a falar, porque continuo com a boca aberta de espanto. Como é que ninguém se lembrou disto antes? Consigo até visualizar a reunião em que o génio criador desta ideia a transmitiu aos colegas. Até deve ter sido mandado ao ar, por ter arranjado um processo tão brutalmente simples e económico de aliviar os tribunais portugueses. Só espero que não se fiquem por aqui, pois se a solução passa por tornar legal o que antes era crime, as possibilidades são quase ilimitadas. Quantos processos por corrupção existem? E transgressões de trânsito? E por homicídio?

Só não mexam na Lei que proíbe o espancamento de políticos porque aí, meus amigos, não há-de haver quem vos salve, nem mesmo essa estrela que tão brilhantemente guia a vossa acção governativa.

Um grande RAUF para todos!
publicado por TC às 16:49
13
Fev
07
Ontem, dia 12/02/2007 no programa informativo da RTP, mas concretamente no PRÓS e CONTRAS, o tema semanal era "Quem Julga a Justiça?", e a dada altura, quando foi dada a voz ao dignissímo Juiz Conselheiro Jubilado, o Dr. Fisher Sá Nogueira, soltou-se a bomba, ou seja o distintíssimo Sr. Dr. juiz disse a certa altura no seu discurso o seguinte, a propósito do caso do "Habbeas Corpus" a favor do Sargento Luís:
«...todos os subscritores do "Habbeas Corpus", como este foi considerado improcedente, foram condenados pelo juiz relactor, a 5 UC de multa, ou seja 480 €, a pagar de custas(...)»
Sabemos nós que, foram 10000 as assinaturas entregues no Tribunal juntamente com o referido pedido de "Habbeas Corpus", sendo portanto a par dos advogados requerentes, as pessoas que de boa vontade, cheias de pena do Sargento, e considerando a sentença INJUSTA, se solidarizaram com este, assinando de livre e expontânia vontade o referido pedido, são estas pessoas condenadas a pagar as custas, os ditos 480 €, e caso não o façam haverá execução de bens.
Houve quem explica-se no entanto que não seria bem assim, que o juiz relactor apenas condenou na totalidade em 5 UC, ora portanto em somente 480 € a dividir pelos 10000 e tal que subscreveram o pedido.
Resta-nos a nós esperar para ver, se realmente será assim como dizem, pois a lei, conforme explicou o Sr. Dr. Juiz Conselheiro Jubilado, em crime as custas são individuais. O estado e neste caso o ministério da Justiça, arrecada nada mais nada menos do que 6 milhões de Euros se forem todos condenados individualmente em 5UC e não em conjunto, como algumas pessoas, entre juizes e advogados presentes fizeram questão de desmentir.
Com tudo isto e se forem cobrados os ditos 6 milhões de Euros, Temos o Problema da Justiça resolvido?
publicado por TC às 21:40
01
Fev
07
À dias, ouvi isto num noticiário da rádio, que muito me interessou, e passo a citar:

(...)desde 1974, o número de Juízes TRIPLICOU, o de Advogados QUINTUPLICOU, o de Tribunais DUPLICOU, Os processos TRIPLICARAM, os Média estão cada vez mais atentos, a sociedade exigente, e todos os agentes da Justiça, como de gozo se tratasse, nada fazem para se adequarem aos tempos de hoje(...)

Temos Juízes mal formados, alguns com idade de ainda andarem na escola, pois da vida nada entendem.

Que moral tem um juiz, com 25 anos ou mesmo até com 30, para julgar com competência casos de vida, dessa mesmo que lhe falta experiência a ele para julgar?

Enquanto a Justiça for atrás do mediatismo dos casos, estamos perdidos, veja-se, o protagonismo de alguns juízes, nos casos mais mediáticos do momento.

Antigamente o juiz, era uma pessoa respeitada e passava despercebida na sociedade, o seu círculo de amigos era restrito, e dava-se com poucas pessoas, apesar de ser ou não simpático, fugia a sete pés do protagonismos, atirava-o para a justiça, e hoje, o que temos?

Juízes, que fazem questão de ter uma associação sindical, para os defender? De quê? Do que é que têm medos os Juízes? Que eu saiba, pelo que ouvi e estudei, um órgão de soberania, como fazem questão de ser apelidados, a lei não contempla a "associação sindical", pois vai contra a constituição da Republica. E isto é dito na faculdade de DIREITO, aos futuros Advogados e/ou Juízes.

Enquanto assim for... Assim não!!!
publicado por TC às 22:38
28
Dez
06
"MAIS UMA CRIANÇA, SUCUMBIU... HOJE AINDA NÃO SE SABE DE FOI DERIVADO AOS MAUS TRATOS, O QUE É CERTO É QUE A FAMÍLIA JÁ ESTAVA REFERENCIADA POR MAUS TRATOS, ISTO SEGUNDO A COMISSÃO DE PROTECÇÃO DE MENORES, HÁ JÁ 15 DIAS"

QUANTAS MAIS TERÃO DE PERDER A VIDA, PARA QUE REALMENTE, ESTAS COMISSÕES, ORGANISMOS, AUTORIDADES, JUÍZES, GOVERNO, QUANTAS TERÃO MAIS DE SUCUMBIR, PARA QUE SE FAÇA ALGUMA COISA?

TAMBÉM É CERTO, QUE NESTE CASO CONCRETO, NADA ESTÁ ESCLARECIDO, MAS MUITO ME ESPANTARIA, SE NÃO SE VERIFICASSEM OS MAUS TRATOS, OU A NEGLIGÊNCIA, TANTO MAIS QUE, COMO JÁ DESCREVIA ANTERIORMENTE, JÁ HAVIA INDÍCIOS DE MAUS TRATOS.

UMA COMISSÃO DE MENORES, QUE ALERTADA, DEIXA QUE ACONTEÇAM, ESTE E OUTROS CASOS, COMO INFELIZMENTE, TEM VINDO A ACONTECER, NÃO É PRECISA PARA NADA!!!

TEMOS QUE APURAR VERDADEIRAS RESPONSABILIDADES, DOA A QUEM DOER!!!

BASTA DE CRIANÇAS A SOFRER POR MAUS TRATOS!!!

Afinal as minhas previsões estavam certas INFELIZMENTE como relata a minutos o "Portugal Diário":

"A mãe da pequena Sara, a menina de dois anos que morreu na passada quarta-feira, em Monção, foi detida esta tarde e levada para o Tribunal de Monção onde aguarda a chegada de um juiz de turno, soube o PortugalDiário junto de fonte da Santa Casa da Misericórdia.

Ana Isabel Oliveira Costa, de 24 anos, foi ouvida pela PJ de Braga, durante quatro horas, nas instalações do infantário da Santa Casa da Misericórdia, em Monção, tendo seguido, por volta das 16 horas, para o Tribunal.

O pai da menina também foi ouvido mas não ficou detido e deverá acompanhar amanhã as cerimónias fúnebres.

Ainda de acordo com informações recolhidas pelo PortugalDiário junto de fonte do Instituto de Medicina Legal, a autópsia ao corpo da menor evidenciou «lesões traumáticas significativas no crâneo, tórax e no abdomén» e que «foram inequivocamente responsáveis pela sua morte».

O exame ao cadáver da menina, realizado no Instituto de Medicina Legal de Viana do Castelo, evidenciou ainda «várias lesões mais antigas» que sustentam a tese dos maus tratos infligidos à menor.

Seguem-se os exames complementares de rotina e uma fase «fundamental» que consistirá na «confrontação entre as lesões observadas e as informações fornecidas pelos progenitores».

Apesar de os primeiros darem credibilidade às suspeitas de maus tratos, a fonte do IML acrescenta «que primeiro é preciso confrontar os resultados médicos com os elementos recolhidos pela PJ, nomeadamente, o tipo de escadas em que a menor terá caído».

Refira-se que na versão dos progenitores, a morte de Sara ter-se-á ficado a dever a duas quedas que a menor deu nas escadas da casa, em Monção.

A menina deu entrada na quarta-feira de manhã no Centro de Saúde de Monção com uma paragem cardio-respiratória e vários hematomas na cabeça e nas pernas."

Retirado de www.portugaldiario.iol.pt

Basta!!!
publicado por TC às 19:36
13
Dez
06
Como é possível num país dito civilizado um violador, molestador e assassino de uma criança "levar" uma pena de APENAS 12 anos de cadeia. O caso "Daniel".
Isto só num país onde a justiça é o ponto mais baixo da moralidade.
Sendo que a pena máxima no nosso país é de 25 anos como é possível um caso destes nem metade levar? O que é necessário fazer para ser condenado com pena máxima?
Matar?
Violar?
Abusar de crianças?
Torturar?
Roubar?
Corrupção?
Já vimos que nada disto serve para uma condenação exemplar.
Depois ainda se queixam de justiça popular ou feita pelas próprias mãos. Eu fazia! E depois era condenado a 2 ou 3 anitos e ao fim de 1 estava cá fora.
É UMA VERGONHA!
publicado por TC às 11:38
10
Dez
06
Tribunais portugueses batem Record do Guiness da Lentidão
Morte de D. Afonso Henriques ainda por julgar, pode prescrever

É mais um record para Portugal, que a todos nos deve encher de orgulho. O Ministro da Justiça salienta no entanto que "não fácil, tivemos uma concorrência feroz dos tribunais do Gabão, mas mesmo assim conseguimos ser mais lentos". O Caso Sá Carneiro ainda ia deitando tudo a perder, pois correu-se o risco do julgamento ocorrer apenas 25 anos depois do crime. Foi preciso motivar uma vasta equipa de juízes, advogados e funcionários judiciais a tomar café durante todo o horário de expediente, para impedir o caso de ser julgado a tempo do Record ir para o Gabão. A ajudar o lado português, esteve ainda a morte de D. Afonso Henriques, que 800 anos e 3 milhões de adiamentos depois, continua ainda por julgar. Para manter este record, Portugal terá agora que adiar o caso Apito Dourado para o próximo milénio e garantir que a leitura da sentença da Casa Pia só ocorrerá na presença dos tetra-netos das vítimas.
Um abraço
publicado por TC às 16:43

links

Ganha dinheiro na Net

L-Image-4_1-216x54

tags

todas as tags

blogs SAPO