...este é um espaço que revela alguns "pecados" do povo tuga. Os nossos políticos são do pior... e o povo manso releva...

tags

todas as tags

Pesquisa personalizada

30
Mai
08
A primeira regra da democracia é não mentir
Sócrates no Parlamento 29/05/08

Logo, Sócrates não é democrático. José Sócrates é contra a Democracia.
Senão vejamos......

No blog não compreendo as mulheres podemos ler o post "o mentiroso compulsivo":


Sócrates chamou mentiroso a Louçã quando este criticou o socialista João Proença, secretário-geral da UGT, de participar em sessões de esclarecimento sobre o Código de Trabalho para militantes do PS. Basta ler a página 8 do jornal Púbico de 10 de Maio, num artigo assinado por Margarida Gomes, para ficar a saber que Louçã disse a verdade. Para quem tiver dúvidas basta clicar na imagem.

Acho apenas que Louçã apenas não respondeu como devia/podia. É fácil perceber que é perante Sócrates que estamos um mentiroso compulsivo. Onde estão os 150 000 empregos que prometeu? Onde está o referendo ao tratado de Lisboa que prometeu? Onde estão as scuts sem portagens que prometeu? Pois é... ficávamos por aí.

...mas eu não me fico por ali....

"não vamos subir os impostos" - subiu o IVA, o ISP, o IRS, o IA, o ICU.........
"não conhecia o professor" - ver AQUI a mentira

Peço a quem se lembrar de mais que coloque nos comentários e eu irei acrescentando....

publicado por TC às 12:02
27
Mai
08
Copiado do blog - O Voo do Falcão - mais um excelente espaço de denúncia e luta pela democracia e igualdade.

Andava eu em pacata consulta do site da Assembleia da República, quando me lembrei de vasculhar uma das comissões parlamentares de maior importância - Obras Públicas, Transportes e Comunicações.
E, à medida que lia aleatoriamente um ou dois curriculum de deputados colocados em lugares efectivos mas lá para o fim da primeira dezena, os meus olhos iam-se «esbugalhando» com o que me aparecia...
O espanto aumentava tão rapidamente que comecei a duvidar do que estava a ver e saltei para os lugares cimeiros na tentativa de ver se aí encontraria deputados com «craveira» para pertencer a esta Comissão, mas a minha desilusão foi total !!!
Para além do Presidente, cuja experiência é essencialmente política e governativa - Miguel Frasquilho (PSD), licenciado em economia, os únicos cinco nomes e curriculum que ao acaso verifiquei detalhadamente deixaram-me de tal modo estupefacto que não resisto a publicá-los aqui já para que possam ver a quem está entregue não só o Governo deste País da treta mas também o seu Parlamento !
Aquí ficam, independentemente de, a seu tempo, irem ocupar o lugar a que pelos vistos têm inteiramente direito nesta esécie de «quadro de (des)honra» que me propus publicar semanalmente.

Abel Baptista - CDS - Lic. em Direito - Funcionário autárquico; jurista
Alberto Antunes - PS - Lic. em Direito - advogado
Bruno Dias - PCP - Lic. em Ciências da Comunicação - Téc. Superior de Administração Local
Fernando Jesus - PS - Curso Geral dos Liceus - Adjunto de Administ. de Empresa
Joana Lima - PS - Lic. em Relações Internacionais - Empresária de cafeteria

Ah! Ah! Ah! Não sei se ria se chore !
Todos estes senhores e senhora têm um curriculum totalmente desajustado à Comissão a que pertencem como efectivos e completamente ligado aos respectivos aparelhos partidários e autarquias. A não ser por «cunha», não haveria certamente nenhuma empresa privada que os contratasse para as funções que são supostos exercer !
Só a título meramente informativo fiquem a saber que esta Comissão tem 19 deputados, dentre os quais só 3 têm formação técnica (2 Engº + 1 Arq.). Os restantes 16 são constituidos por 4 Advogados + 4 Lic. nas áreas das Humanidades, Educação e Comunicação + 3 com o Curso Geral dos Liceus (act. 12º ano) + 2 economistas + 2 Lic em Relações Internacionais + 1 Contabilista.
E esta ? Hem?
Venho afirmando com bases seguras que o País está um autêntico pântano mas, na altura de nos confrontarmos com uma realidade ainda mais grave, é com a mais profunda tristeza e convicção que vos digo que o meu espanto não se transformará em resignação mas sim em INDIGNAÇÃO e que tudo farei para levar a público todas as situações que, depois de confirmadas, devam ser do conhecimento público.
E CUSTE O QUE CUSTAR ! Conto com a vossa ajuda !

Veja o site da AR:Comissão de Obras Públicas, Transportes e Comunicações

COMENTÁRIO: para ser Professor é obrigatório licenciatura específica e os próximos até mestrado. Para governar o país, fazer e aprovar leis.......qualquer MERDA serve. Desde que seja da Independente!!!

publicado por TC às 13:13
21
Mai
08

Sócrates condenado em tribunal a pagar 10.000€ por difamação + a multa da ASAE (por fumar no avião) + a taxa moderadora (pela cura da gripe perigosíssima).......

Coitado do homem.

"DESLARGUEM-NO"

publicado por TC às 16:37
30
Abr
08
Imagem by KAOS

Tenho andado naquela fase do no-pachorra-man, para televisões: hoje, caí no erro de ligar a SIC-Monhé, e apanhar com um gaja com alguns títulos promissores, a dizer que havia fome no Mundo, como se isso fosse uma coisa que um noticiário pudesse decretar, ou que tivesse assim caído, de um dia para o outro, para o pessoal ficar ainda mais assustado, e a começar a guardar bofes, tripas e chouriços, debaixo do colchão... Por mim, comi hoje entremeada, e felizmente que não estava ninguém do Bangla-Desh ou de Darfur a ver, porque acho que o próximo passo da estratégia de Bilderberg vai ser pôr os que ainda comem entremeada, a serem logo em seguida postos a ser comidos por aqueles que não têm nada para morfar. Avizinham-se tempos lindos: a Múmia de Boliqueime avisa o outro das cadeiras feitas à pressão para equilibrar as contas, como se equilibrar as contas fosse baixar o preço artificialmente subido da gasolina, do trigo, do arroz, e dessas coisas horríveis que as pessoas pobres são obrigadas a comer. Espero que isto não vá provocar um baque no preço do chocolate com trufas, que aí é que a minha dieta para criar estrias e olhos azuis, de boga, esbugalhados vai ao fundo. Nem quero pensar nisso, prefiro acabar ao pé do Louçã, a fingir que grito pelas vítimas da fome, defronte de uma posta de salmão fumado selvagem, e uma taça de Moët...

A montante, Manuela Ferreira Liete já sofreu as intervenções possíveis dos especialistas de imagem... não, não foram cremes, nem botox, nem pasta de pérola moída: aquilo foi mesmo com tosquiadoras, com martelos pneumáticos e com rectro-escavadoras, em força. Aparentemente, assim, do relance das primeiras páginas dos jornais, enquanto estava a engatar no Colombo, deu-me ideia de que lhe fizeram uma desmatação, tipo o que estão a praticar na Floresta Amazónica, e que repuxaram as crinas todas para trás, nuns ondeados que estão agora na moda, e que me fazem sempre lembrar, o Nuno Rogeiro, na fase terminal da Marquesa de Alorna, em que já fazia subir indiscriminadamente os mulatos ao quarto. Ora, ao desmatarem a Ferreire Leite, aconteceu uma coisa terrível: tudo aquilo que a floresta tropical húmida escondia ficou à vista, as rugas, as estrias, as olheiras, aquela estrutura facial, ditada pela Secção de Ouro dos Equídeos, as manchas de muitos anos de exposição às brumas do PSD profundo, e aquela horrível série de verrugas, que, imediatamente, aproveitaram para dar nas vistas, o Pacheco Pereira, a Marcela, cheia de tesão mental, o Rui Rio, com um cadastro de fazer esvaziar Vale de Judeus, mais uns tarecos que estão lá sempre, muitos deles, da Esquerda e da Extrema-Esquerda reciclada, que é a pior coisa que há, porque são capazes de passar uma estreira parte da vida a gritar umas coisas vermelhas, mas, quando toca a Sineta da Realidade, sentam logo as almôndegas no sofá mais próximo que está perto, e que, geralmente, é uma coisa das tias, mete crucifixos, brocados, reposteiros, rezas, morais e decências, tudo o que é o oposto do meu quotidiano e ideal de vida, que também tenho o direito, não é?...

Aquele repuxar das crinas da Ferreira Leite para trás só me faz lembrar quando descobriram Angkhor Vat, com aquelas carantonhas esfíngicas fabulosas, e trataram de tirar o mato todo, mas as marcas das raízes, os buracos que tinham aberto na zona de ciselamento das pedras, os desmoronamentos, estava lá tudo, como na cara da Ferreira Leite, com a pequena diferença de que a Civilização Khmer foi um ponto alto da História da Cultura, e a Manela não passou de um epifenómeno aqui da taberna, um Khmer Laranja, com ar de Civilização em fase de "rebajas", enfim, uma profetisa da Igreja Universal dos Saldos dos Últimos Dias, e com a caixa de esmolas bem controladinha. Para os mais esqucidos, devemos àquela carranca o primeiro grito de tarzona sobre o "Déficit", e recordo que foi a fase em que mais fiz o contrário e gastei tudo o que tinha e não tinha, só para chatear e as contas dela ainda ficarem mais desiquilibradas: lá terei dado de comer às fiadeiras da Dunhill, da "Richard's", da "Osklen", aos "resorts" do Brasil, às Editoras de Luxo Inglesas, Francesas e Americanas, e aos antiquários de Túnis e Fez. Foi uma alegria, mas a verdade é que começo a ficar preocupado: sendo o Português um povo masoquista, com sexualidade difusa, perturbada e mal assumida; sendo esta gente capaz de se lixar a si própria, desde que, com isso, a vida do parceiro se torne mais difícil, o que eu estou a ver, em hipótese, é um Vigarista da "Independente", sem Maioria Absoluta, em 2009, e uma gaja com cara de cavalo, a dar-lhe imediatamente a mão, e a fazerem a pior das coligações "ever", o Centrão, onde estão alojados 90% dos gajos que destruíram este país desde 25 de Abril, para poder pôr em ordem todas as políticas de contenção, mas a contenção do cidadão comum, claro, nunca, jamais, em incarnação alguma, a dos Grandes Interesses, que esses não se contêm, expandem-se, globalizam-se e oprimem, sem qualquer excrúpulo.

No fundo, o Português, votante e eleitoralista, de 2009, vai ser chamado à Emoção: na Manela reverá a esposa, como muitos gostam, masculinizada, autoritária e frígida, para depois poder ir para a rebaldaria com os amigos e as punhetas virtuais. O Português sentimental vê na Manela a esposa à altura que o Cavaco nunca teve, reduzido à sua fraca Maria corcunda, de chitas de Centro-Esquerda. Talvez tenhamos um "ménage", em Belém, o que não deixaria de ser interessante... Por outro lado, a nível de Governo, Sócrates/Manela seria o equilíbrio dos opostos: a masculinizada e frígida, em conúbio -- hymenaeus -- com o homem-senhora, destravado e com tendências histéricas. Talvez fosse maravilhoso, talvez fosse um belíssimo convite para a Emigração, no fundo, España não está assim tão distante, e ficava o Nuno Rogeiro cá sozinho, para apagar as luzes, depois de ter aviado, no seu avatar de Marquesa de Alorna, o último negrinho do "Rapto no Serralho".

Este texto é apenas metade do que tinha para escrever, mas vai ficar por aqui, porque o próximo vai direitinho ao Acordo Ortográphico, e a todas as benesses e inconvenientes que acarreta.

Obrigado pela atenção.

(Edição em forma de mesa-de-pé-de-galo, simultaneamente no "A Sinistra Ministra", "Democracia em Portugal", "KLANDESTINO" e "The Braganza Mothers")

publicado por TC às 01:12
15
Mar
08
kNa reportagem da SIC sobre o dia-a-dia de Sócrates, o primeiro-ministro faz um telefonema para José Luís Zapatero.
Esta é uma demonstração clara de PODER.
Até tem o télélé pessoal do Zapa (prós amigos) na memória do seu nokia.

A conversa foi analisada por uma tradutora e, vê-se que é cada tiro cada melro.
Afinal não é só no Inglês...

Este homem é um poliglota...


E ficámos tb a saber que o nosso 1º começa a trabalhar às 11:00. Para isso basta ver que o relógio (avariado com certeza) do café da esquina. Curioso é que o pequeno almoço seja "Cabrito à Padeiro" com torradinhas e chá de camomila.
E é GENEROSO!!!
Um grande Senhor. Humilde... Sensível...

publicado por TC às 10:18
05
Dez
07

Governo quer cobrar cinco cêntimos por cada saco de plástico utilizado.

O valor será acumulado à factura das compras e reverterá para o Instituto de Conservação da Natureza e da Biodiversidade. A Cinco cêntimos. É este o valor que o Governo pretende que os consumidores paguem por cada saco de plástico utilizado para transportar compras realizadas nas grandes superfícies comerciais. A proposta de instituição de uma taxa ecológica sobre estes produtos já está a circular pelas empresas do sector. Fala-se de inconstitucionalidade, avança o «Público».

De acordo com o anteprojecto de decreto-lei a que o jornal teve acesso, a medida visa travar a «utilização maciça e sem reutilização de sacos de plástico» em Portugal, que se tornou uma prática generalizada nas últimas décadas, «dificultando as operações de recolha e tratamento de resíduos sólidos, afectando as redes de saneamento de águas e contribuindo para a deterioração da paisagem e para a poluição».

APED fala em inconstitucionalidade
Os operadores contestam, no entanto, esta afirmação, uma vez que já pagam uma taxa sobre estes produtos à Sociedade Ponto Verde, com o objectivo de suportar financeiramente a recolha e o tratamento de resíduos. O ecovalor é calculado em função da gramagem e representa, em média, 11 por cento de cada saco de plástico.

O presidente da Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED), Luís Vieira e Silva critica o facto de o anteprojecto não explicar que estabelecimentos comerciais vão estar sujeitos a esta medida, uma vez que se refere, de forma generalista, a «operadores de maior dimensão». «Este diploma é, provavelmente, inconstitucional», acrescenta.

COMENTÁRIO: porquê??? Ecologia??? Se assim é então tenham coragem e acabem com os sacos de plástico!!!

PAPEL!!! Reciclado!!!

Mas com legislação que não penalize o consumidor!!! As grandes superfícies que paguem!!! Já ganham muitos milhares de milhões!!!
publicado por TC às 16:44
02
Nov
07
O MAI está a estudar uma ideia de colocar no pára-brisas dos carros um dístico de cor que denuncie se o condutor é seguro ou perigoso. Se teve acidentes ou não. Ideia maravilhosa de um ministério que já resolveu tudo o que é essencial para a felicidade dos cidadãos e agora se preocupa com pormenores conducentes ao aumento da segurança nas estradas!!!

Uns génios extraordinariamente inteligentes e realistas!!! É preciso que criem também dísticos para denunciar os carros que transportam casais de namorados mais preocupados com as meiguices do que com a segurança deles e dos outros utentes da estrada. Também um dístico para dizer que o condutor esteve na discoteca até às seis da manhã, outro para o que matou a sede com uma conhecida marca de uísque, ou que se tranquilizou com determinado estupefaciente, etc, etc.

Seriam apenas uns dísticos a juntar ao do seguro (que é totalmente inútil, visto que só a BT-GNR acaba por detectar os carros sem seguro, em grandes quantidades), ao das inspecções periódicas, ao do imposto de circulação. São inúteis mas ornamentam os pára-brisas!!!

APENAS me permito sugerir aos responsáveis do MAI que não imponham dísticos em quantidade tão exagerada que impeçam o condutor de dispor de um pequeno rectângulo livre no vidro de modo a poder conduzir com a segurança suficiente para não saírem da estrada. Mesmo sem esses adesivos já há despistes que sobram!!!

Com medidas deste calibre, podemos estar descansados porque temos gente inteligente e sensata a velar por nós!!!
publicado por TC às 17:49
01
Jul
07
publicado por TC às 19:09
29
Mai
07
publicado por TC às 19:48
20
Abr
07
José Sócrates, no jantar do 34º aniversário do PS.
«Queremos uma democracia de valores, uma democracia fundada no respeito pela tolerância e pelo adversário político, na lealdade do confronto político, no livre confronto de ideias. Uma democracia que tenha decência, superioridade e elevação, porque esses são os valores e exemplo que queremos dar aos portugueses».

É tudo verdade!
Aleluia!!!
Ele disse a verdade.
Mas...
Como eu sou burro...
E não acredito em mentirosos...
Vou agora analizar as palavras do Pinóquio:
1º - "democracia de valores" - deve estar a pensar nos €€€ que eles e os boys dele metem ao bolso (apesar do povo estar a penar);
2º -
"respeito pela tolerância e pelo adversário político" - respeito entre eles há sempre. Só não respeitam é o povo e os compromissos que assumiram;
3º -
"lealdade do confronto político" - Basta ver o BE caladinho para ver a lealdade de cão preso com rabo de fora;
4º -
"livre confronto de ideias" - Onde??? Nos jornais??? Nas TVs??? Bastou ver a entrevista do Pinóquio para ver que só faltavam as trelas aos bóbis. E agora com os novos Média Capitalistas...
5º - "
Uma democracia que tenha decência" - basta ver os casos de pedófilia, do apito dourado, de corrupção nas autarquias, de favores políticos, de tachos amigos, etc, etc, etc, etc...
6º - "
superioridade e elevação" - este é o seu complexo. Por isso não descançou por enquanto não tinha o canudo (dado). Seguirá o doutoramento!
7º - "
valores e exemplo que queremos dar aos portugueses" - Livra!!! Ás minhas filhas não que eu não permito. Por estas e por outras é que esta Merda de país não vai para a frente. Com exemplos destes!!!

publicado por TC às 19:50
17
Abr
07
José Sócrates foi aprovado na cadeira de Inglês Técnico com um trabalho feito numa folha A4 e enviado para o reitor da UnI, acompanhado de um cartão com o timbre do seu gabinete de secretário de Estado. Esta é a explicação que deverá ser dada pela nova direcção da Uni, em conferência de imprensa, quando tornar públicos estes dois documentos, apurou o SOL. A conferência, prevista para esta tarde, foi entretanto adiada para amanhã.
José Sócrates terá feito a cadeira de Inglês Técnico ­– uma das cinco que realizou na Universidade Independente para concluir a licenciatura em Engenharia Civil – através de um pequeno trabalho entregue numa folha A4, que fez chegar ao reitor acompanhado de um cartão do seu gabinete de secretário de Estado.
O cartão e a folha A4, com data de 22 de Agosto de 1996, foram encontrados no processo do aluno José Sócrates pela nova equipa que está à frente da Universidade Independente.
O SOL apurou que está previsto estes dois documentos serem apresentados durante a anunciada conferência de imprensa da nova direcção, com a indicação de que o dossiê escolar de Sócrates, nesta cadeira, não contém qualquer outro elemento de avaliação.
Um destes documentos é, então, um cartão de José Sócrates (subscrito enquanto secretário de Estado adjunto do ministro do Ambiente e que tem o timbre do seu gabinete), em que este escreveu, pelo seu punho: «Meu caro, como combinado aqui vai o texto para a minha cadeira de Inglês».
Agrafada a este cartão, está uma folha A4, com um pequeno texto em inglês, que corresponderá à resposta a menos de uma dezena de alíneas.
Segundo apurou o SOL, este «trabalho para a cadeira de Inglês» é o único documento escolar de Sócrates desta cadeira e terá servido para concluir a sua avaliação final a Inglês Técnico.
Contactado, o gabinete do primeiro-ministro informa que, a haver comentários ao caso, ficarão para depois da conferência de imprensa da UnI.
A conferência de imprensa, que estava marcada para hoje às 18h foi entretanto adiada para amanhã, quarta-feira.
Ontem, a direcção da UnI prometeu revelações importantes na investigação empreendida pela Universidade ao processo do aluno José Sócrates.
COMENTÁRIO: O que é engraçado é que a TVI divulgou isto: "A data da classificação deste exercício é de 26 de Agosto de 1996. O problema é que esta data é posterior à data da conclusão da licenciatura que vem no certificado entregue na Câmara da Covilhã, oito de Agosto de 1996, ou seja, há 18 dias de diferença. Esse certificado tem data de 26 de Agosto de 1996. O que também não bate certo com o outro certificado apresentado por Sócrates segundo o qual terminou o curso em 8 de Setembro de 1996." 1º sai acaba o curso e só depois entrega o trabalho? E agora!!! A culpa é da blogosfera!!!

Para terminar este post (não este tema) fica aqui uma pérola do Pinóquio.
Afinal aprendeu bem o Inglês:



há há há há há há há há há há
há há há há há há há há há há há há há há há há há há há háhá há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há háhá há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há háhá há há há há há há há há há há há há há há há há háhá há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há háhá há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há háhá há há há há há há há há há há há há há há há há há há há háhá há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há háhá há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há háhá há há há há há há há há há há há há há há há há háhá há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há há
publicado por TC às 20:24

links

Ganha dinheiro na Net

L-Image-4_1-216x54

tags

todas as tags

blogs SAPO