De Luis a 13 de Março de 2010 às 05:44
Caríssimo Amigo,
Pois é em Portugal tudo acontece por "acontecer" não porque se é "boy" ou "familiar de alguém"! "Acontece"... e pronto!!!
Um bom fim-de-semana.
De Anónimo a 13 de Março de 2010 às 22:31
Palavras para quê? É POrtugal da pulhitiquice.
De Mentiroso a 14 de Março de 2010 às 14:25
O que acontece por acaso é sempre o mesmo e os protagonistas também. Coincidência impossível.

Só há uma solução: acabar com toda e qualquer nomeação, a começar pelas da administração, institutos e toda essa treta criada para dar tachos ou não; pôr todos os cargos sem excepção a concurso.
De Anónimo a 16 de Março de 2010 às 02:06
Não foi esta ministra que aproveitou a ignorância e a propaganda estúpida dos jornalistas sobre a gripe dos porcos para enganar os portugueses e ser a mais popular do governo quando a gripe é e sempre foi oficialmente reconhecida por mais benigna que as gripes sazonais?