...este é um espaço que revela alguns "pecados" do povo tuga. Os nossos políticos são do pior... e o povo manso releva...
tags

todas as tags

09
Abr
07
Caros amigos e colegas? O motivo que me leva a enviar este email tem a ver com o facto de no passado fim de semana um colega meu, professor, ter abdicado do seu fim de semana familiar com uma criança e a mulher, para poder acompanhar um grupo de alunos que iriam participar no Corta Mato, inserido no Desporto Escolar em Sta Maria da Feira, onde a nossa cara e digníssima Sr.ª Dr.ª Ministra de Educação esteve presente com a sua comitiva.
Quando esta senhora, se é que podemos designar de tal (desculpem o meu desabafo), se dignou a proferir algumas palavras, foi vaiada com um valente "hhhhhuuuu", por parte do público ali presente, constituído na sua grande maioria por alunos do ensino básico. Perante tal comportamento, a senhora teve a reacção mais admirável, pedagógica e sensata que algum adulto, pedagogo e acima de tudo uma pessoa bem formada e responsável poderia fazer: simplesmente desafiou-os dizendo que saberia fazer mais barulho que eles e pegando no seu enorme instrumento de trabalho (microfone) desatou aos berros, gritando uns valentes "hhhuuusss", referindo-se às crianças deste país que conseguiria gritar mais que elas?
ISTO é a nossa EDUCAÇÃO!
Gostaria que levassem este email em consideração e sem querer qualquer protagonismo. Analisem o que vos conto e divulguem este email a quem de direito entendam que o deva assistir. A nossa política educativa não poderia estar em melhor mãos?
NÃO ACHAM?
Façamos algo de concreto? reflictam sobre o que se passa, comentem este vídeo, tal como a política educativa com os vossos amigos, amigos dos amigos, pessoas que estejam em posição de analisar o que se sucede no nosso ensino. O meu obrigado pelo que venham a fazer!

COMENTÁRIO: Agradeço ao colega que me enviou esta "pérola". Não sei se deva colocar isto aqui ou no blog de humor. É de chorar. Que merda de gente é esta? Que comportamento queremos que os nossos alunos tenham quando se deparam com uma anormal destas?

publicado por TC às 17:03
De Pilinhas a 9 de Abril de 2007 às 19:16
Vocês são maldosos a Lurdes não estava a fazer birra com as crianças, ela viu foi por ali uns machos que lhe agradavam e toca de uivar como cadela no cio!
De Anónimo a 9 de Abril de 2007 às 19:27
Essa mulher perdeu a noção da realidade. Se é que alguma vez a teve. Chegou mansa como qualquer louco antes de conhecer o território que vai ocupar. Depois foi o que se viu. E o que se verá, se nada acontecer. O pior é que parece que a loucura é geral, pois a peça vai-se desenrolando sem que haja uma grande pateada. Os portugueses adoram ficção. Os portugueses não querem ver o que têm diante dos olhos. Os portugueses adoram histórias trágicas. Os portugueses adoram personagens de histórias assombradas.
De Beezzblogger a 9 de Abril de 2007 às 22:46
... os Portugueses adoram novelas, os Portugueses adoram que os F++++, os Portugueses adoram festas, os Portugueses adoram qualquer coisa que os distraia a mona da realidade...


Palavra de honra, ao que isto chegou!!!


Abraços do beezz
De Pilinhas a 9 de Abril de 2007 às 22:53
Estamos a chegar ao um tempo em que as pessoas sérias e de bem se sentem mal no meio desta merda toda!
De Anónimo a 9 de Abril de 2007 às 23:59
ainda não percebi o que vocês querem, eu fui quatro anos professor nos últimos cinco e meus amigos para quem não sabe, ponto 1 - os alunos não vão à escola fazer nada, a não ser ficarem estúpidos. ponto 2 - os professores desde os mais velhos aos mais novos não vão à escola fazer nada, porque a quase total maioria, tem a cabeça cheia de mediocridades encutidas nas escolas superiores de educação que são tão boas como as aulas que eles dão. a piada da ministra eu não sei qual é, porque com ou sem ministra, boa ou má ministra, é o todo que esta podre e não apenas e tambem a parte. não defendo a ministra, mas a quase totalidade dos professores das escolas deste pais, apenas estão interessados em não fazer rigorosamente nada, aos que são professores não adianta ler este texto porque não vão perceber nada!
De Eu e Eu e Eu e Eu a 10 de Abril de 2007 às 00:36
Exactamente por tudo isso e mais alguma coisa é que o anónimo said conseguiu escrever o que escreveu, expondo o que expôs, mas não lhe vale a pena ligar a esta minha provocação porque não vai entendê-la... a não ser que os mugidos da vaca lurditas sejam música para os ouvidos de quem a houve ou é ouve? Não há por aí um Profe ou prof? que me ajude?!!!!
Já num ou não? consigo acabar esta merda de comentário... Cheira mal a vaquita... enfim... gostaria de saber é o que a gamela dela leva no final de cada mês, é pro cheiro ter outro cheiro....
De uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu a 10 de Abril de 2007 às 18:08
uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu
De Clara a 10 de Abril de 2007 às 21:28
A Ministra só quis demonstrar quem é que manda... e isso posso vos garantir que é verdade, porque há uns anos eu quis tomar algumas iniciativas de melhoramento no ensino e fui aconselhada pelo ministro da educação de então ( sr. com muitos filhos), que não valia a pena fazer nada, porque quando ele lá andava já era assim, e quando os meus filhos lá andassem iria continuar a ser assim. E não é que eu tinha razão? porque; lhe respondi: - Não sr. ministro vai estar pior!
De me a 11 de Abril de 2007 às 11:13
o sr (?). anónimo é pior do que a ministra, com profes como este é melhor imigrar.
um conselho anónimo, vai ao psiquiatra curar as frustrações!
De Anónimo a 11 de Abril de 2007 às 19:22
O anónimo que foi quatro anos professor sabe do que fala porque é, ele próprio, o modelo da mediocridade. Nesses quatro anos, certamente só conheceu seres iguais a ele, porque, infelizmente, ele não está só. Ele não foi capaz de compreender que também tinha ao pé de si, certamente, seres inteligentes. Desde quando é que as pessoas estúpidas conseguem compreender o que quer que seja? Se lá chegassem, não seriam estúpidas. Não lhe vou dar nenhum conselho porque nunca iria entendê-lo.

links
tags

todas as tags

blogs SAPO