...este é um espaço que revela alguns "pecados" do povo tuga. Os nossos políticos são do pior... e o povo manso releva...
tags

todas as tags

05
Jun
07
"Uma docente da Escola EB 2/3 de Cacia, em Aveiro, que se encontrava de baixa há cerca de dois anos, após lhe ter sido diagnosticada uma leucemia, foi obrigada pela Caixa Geral de Aposentações a regressar ao serviço para cumprir um período mínimo de 31 dias de trabalho. Manuela Estanqueiro, de 63 anos, tinha pedido para ser aposentada por incapacidade, mas, após uma junta médica realizada em Novembro, não só viu a pretensão recusada como teve a baixa médica suspensa e ordem para voltar ao serviço, sob pena de perder o vencimento.“Sinto-me muito injustiçada. Sei que há quem faça de conta que está doente, mas esse não é, infelizmente, o meu caso”, salientou a professora ao CM. ATESTADO ATÉ NOVA JUNTA. O período mínimo exigido terminou anteontem e Manuela Estanqueiro está actualmente de atestado médico, até poder ir a nova junta médica. “Estes 31 dias foram de extrema agonia e cheguei a desmaiar em plena sala de aula, para além de ter de descansar nos intervalos. Só consegui ultrapassar este sofrimento porque tive sempre o apoio dos colegas, da escola e da Direcção Regional de Educação do Centro.”A decisão da Caixa Geral de Aposentações deixou a docente de educação tecnológica “abalada psicologicamente”. “Depois de meses de quimioterapia, era o pior que me podia acontecer”, diz. Manuela Estanqueiro diz que não a preocupa o facto de lhe recusarem a aposentação – da qual já apresentou recurso – só não entende como a podem considerar capaz para o serviço, quando tem uma doença grave diagnostica. Por causa de tudo isto, viu a baixa revogada, quando “a tinha até Outubro de 2008”".

O comentário que se segue, e que nos conta o que infelizmente aconteceu a esta colega, foi extraído daqui:
http://legoergosum.blogspot.com/2007/05/questes-de-moral.html
"Essa pergunta pode ser feita à Ministra da Educação? É que, relativamente a esta notícia da professora com leucemia que foi obrigada a trabalhar há 3 meses: http://www.cacia.pt/index.php?CA=Noticia&IDNoticia=40 essa professora, a minha colega Manuela Estanqueiro, foi hoje a enterrar às 15.30h no Cemitério de Cacia, em Aveiro. Estou REVOLTADO. Nem sabem o que me apetece fazer. Agora percebo porquê que às vezes lemos nos jornais casos de ajustes de contas a tiro. Por muito menos o fazem, por muito menos. Desculpem a crueldade mas, dizer menos que isto, era lutar contra um sentimento de justiça que me atormenta e é bem mais forte.
Estou ENOJADO. ENOJADO!!!!!!!!!!!!! Francisco"

Ao qual se segue este comentário da Amélia Pais:
"Pode e deve, Francisco. E tem razão ao exprimir a sua revolta. Isto devia ser mais badalado nos jornais. Há outros colegas em risco igual."
Não sei comentar este tipo de atitudes! Ultrapassam toda a educação que tive! Ultrapassam todos os princípios éticos e humanitários, colocando quem os perpetra e quem os incentiva ao nível do mais vulgar assassino.
À família enlutada e aos colegas que acompanharam este horrível processo, acabando por perder a familiar, a amiga, a colega, apresento os meus profundos sentimentos e peço a divulgação o mais alargada possível do sucedido para que outros se consigam salvar.

COMENTÁRIO (Tiago Carneiro, professor) - PUTA QUE PARIU ESTE GOVERNO. PUTA QUE PARIU A MINISTRA DA EDUCAÇÃO. PUTA QUE PARIU O SÓCRATES. PUTA QUE PARIU A COMUNICAÇÃO SOCIAL QUE ENCOBRE ESTAS MERDAS!!!! Peço do fundo do coração à ETA ou ao IRA ou a outro grupo radical qualquer que mandem estes CABRÕES pelo ar.
publicado por TC às 17:05
De Anónimo a 5 de Junho de 2007 às 21:50
Não era mal feito. Estou cá para aplaudir!
De Beezzblogger a 5 de Junho de 2007 às 21:58
Amigo Tiago Percebo, a tua revolta, e quero dizer aqui, que não precisamos de ETA nem do IRA, mandemos nós mesmos estes animais com o C************ que os F******.

Tens a minha total solidariedade, apoio-te incondicinalmente, pois a minha vontade de à muito é essa também.

Abraços do Beezz

CHE GUEVARA PARA SEMPRE!!!
De Anónimo a 6 de Junho de 2007 às 00:30
Infelizmente, é preciso que aconteçam casos como este, para se interiorisar que o FASCISMO REGRESSOU pela mão de UM FILHO DA PUTA chamado Sócrates.

Já há muito que muitos dizem que essse FILHO DA PUTA tem que ser
MORTO.

É que o FILHO DA PUTA, não é "socialista", não é "nacional-socialista". É, apenas, FASCISTA.

MORTE AO GAJO.

A PÁTRIA agradece!
De Capitão Merda a 6 de Junho de 2007 às 14:51
E os reformados que se cuidem!
Não tarda põem-nos a servir massa aos trolhas, para poupar nos custos da OTA...
De Anónimo a 6 de Junho de 2007 às 23:37
Esses GAJOS são de MERDA MERDOSA !
É de mais! CARAMBA !
Já que não se pode fazer nada que SOFRAM DE DESINTERIA CRÓNICA !!!!
Para saberem como "É BOM PARA A TOSSE".
ETA ! PORTUGUESES ! Estamos ferrados e mal pagos !
De Camilo a 9 de Junho de 2007 às 01:10
Estou totalmente de acordo:
PRECISAMOS SIM, DE UMA E.T.A.
Estea gajada tem que ser metida na ordem.
E só há uma maneira:
"MADRID 1973, SEMPRE!!!"
De Anónimo a 11 de Junho de 2007 às 17:32
Boa tarde,

Trago hoje ao vosso conhecimento, um caso que se passa com uma familiar minha enfermeira especialista em obstetrícia, no Hospital em Viana do Castelo, que há três anos não exerce, consequência dum condrossarcoma ósseo do ilíaco que a levou a uma operação e transplante do mesmo que lhe deixou mazelas graves e de cadeira de rodas atirada, um ano e tal para uma cama com uma incapacidade de 80%.
Acompanhada sempre que foi por uma excelente equipa no Hospital S.to António, no porto e sempre que foi convocada para Junta Médica apresentou-se, e foram-lhe renovado a baixa médica, agora tendente ao processo de reforma, uma vez que as melhoras não vão acontecer, para mal dela, visto que a sua impossibilidade de trabalhar é vitalícia.

O caricato da situação, é que na ultima junta medica no dia 27 de Abril de 2007, a que se apresentou, aquela ou aquelas pessoas que a deviam ter mandado para o processo de reforma por incapacidade para trabalhar, mandou-a foi de volta para o trabalho e andar a trabalhar de canadianas a arrastar-se e chegando a casa depois de um dia de trabalho sem sequer ter forças para caminhar… digo-vos só visto pois parece anedota!
Acontece que uma pessoa, com 80% de incapacidade, com pouca mobilidade, tem de se apresentar todos os dias no hospital, com escala de serviço destinada, e com partos para fazer, - e ninguém questiona o facto da irresponsabilidade de quem a mandou ir trabalhar. E nada há a fazer senão cumprir com os 31 dias de trabalho, até poder meter novo atestado.
Esta deve ser uma das reformas que o estado quer implementar; mandando pessoas sem capacidade de trabalhar, trabalhar para acelerar o processo de morte das pessoas, e abrir assim mais uma vaga ou eliminar um peso salarial à Caixa Geral de Aposentações.

É este o país que temos!

Agradeço desde já a V/ atenção a este assunto, e se puderem ajudar a fazer alguma coisa para alertar a este caso, e muitos outros,COMO O DESTA NOSSA PROFESSORA QUE JÁ NÃO TEVE REMÉDIO ficamos eternamente agradecidos, uma vez que nada podemos fazer no momento, senão aguentar e esperar que ela aguente até ao fim dos 31 dias e sem ter nenhuma desgraça pelo meio, que a possa ainda por mais quer psicologicamente quer fisicamente para baixo já para não falar, sequer os danos que isto poderá, ter para com terceiros.

Com os meus melhores cumprimentos,


Sandra Mota Carvalho
De Anónimo a 23 de Janeiro de 2008 às 18:28
Maria de Lurdes Rodrigues sua puta de merda, ministra da educação de merda, mentirosA, vaca, um dia apanho-te na rua e dou-te um estaladão nas trombas QUE TE PARTO OS DENTES TODOS, sua puta de merda metirosA. nem marido tem a prostituta.nENHUM HOMEM A QUER!!!!!!

Quem te paga para dares cabe da educação neste país? fazes isso porque este povónio é parvo, o que tu keres é abrir escolas privadas para os amigos, que é para te encheres essse cu de merda de dinheiro.

O que tu keres é quem tem dinheiro q pague educação, quem não tem vai para as escolas publicas que vão estar de rasto para passar o tempo.o POVO N VÊ ISSO!!!

NÃO HÁ NINGUÉM QUE LHE DÊ UM TIRO NOS CORNOS'

ASS: aNTONIO CARVALHO.

sUA PUTA MANDE-ME PRENDER, SUA VACA GRAMDE VACA.


NÃO TENHO MEDO DE SI!!!!!!!!!!!
De Anónimo a 23 de Janeiro de 2008 às 18:30
Ministra da educação maria de lurdes rodrigues é uma grande vaca e mentirosa. Nem há homem neste mundo que a queira, deve ser muito triste. !!!!!!
De Vitor a 20 de Maio de 2008 às 21:49
O mal deste país meus amigos, é que é um país muito pacifico, somos enrrabados todos os dias, pelo patronato, pelo governo, pelos gatunos, pelos criminosos, e nada fazemos, a verdade é, o que fazer? Ir apresentar queixa na policia? para quê? mesmo tendo verdade, se o senhor que nos roubou tem um advogado melhor, safa-se e ri-se de nós.. gastamos uma fortuna em advogados e juizes para quê? PARA NADA porque mesmo quando são condenados, passam a noite numa esquadra, são libertados e ainda nos apanham para nos partir a boca. Mas então o que fazer? Vamos fazer o que fazem os países a sério! Vamos olhar para o lado, que tal França? Manifestações a sério, onde o país para! vamos para a rua pegar fogo a centenas de pneus e cortar estradas, vamos ser presos já que não nos vai acontecer nada vamos partir esta merda toda a ver se param de nos enrrabar! o que se faz com 500 euros de salario minimo? como se vive? nao ha qualidade de vida para os nossos filhos, isto nao vai melhorar! O dinheiro que pagam ao scolari para insultar o país com a sua arrogancia, vamos pagar a um ministro competente, vamos buscá-lo onde existem homens sérios, se pagamos a um brasileiro para treinas os nossos jogadores, vamos pagar a um estrangeiro que venha por este país a andar! Forte abraço a todos! Viva la Resistência!

links
tags

todas as tags

blogs SAPO