De j. gonçalves a 7 de Setembro de 2007 às 14:02
(..) defender a minha honra e dignidade como pessoa humana que sou.
(são as palvras deste Homem, que eu bem entendo - Honra )
De Beezzblogger a 7 de Setembro de 2007 às 20:46
Sr. Zulmiro, aconselho-o a divulgar este caso ao mais alto nível e até onde lhe for possível, e claro está com a nossa ajuda, irei colocar também no meu espaço e noutros que faço parte, pois não deixe que o calem, se a verdade está do seu lado, a razão, e a honra, ela tem de ser reposta.

Abraço do beezz, aquele que não se cala.
De A. João Soares a 8 de Setembro de 2007 às 18:35
Já ninguém dá importância à honra dos outros que deve ser respeitada. Os valores éticos estão postergados pela oligarquia actual.
Sugiro a leitura do post «Lei aplicada com filtros» em Do Miradouro (http://domirante.blogspot.com/). O baixo moral destes tipos evidencia-se na forma abusiva como se servem do cargo que desempenham em representação do povo que é soberano. Por outro lado, o que é ainda mais grave é a posição dos detentores da autoridade judicial. Não sabia que cada um pode fazer o que quiser em sua casa! E não sabia que a Assembleia Municipal é a casa do presidente da Câmara.
E para que serve o livro de reclamações?
Isto está muito mal, mesmo muito mal!!!
Concordo com a posição do amigo Beezz
Abraços
De Anónimo a 9 de Setembro de 2007 às 12:26
ola tiago tenho uma cena igual mas no pevedor de justica na qual recebi o mail a dizer que nao era instancia para resolver o caso, porque mexia com uma autarquia, do pior,tenho um pai que foi roubado pelo estado trabalhou muitos anos e so deu por ela que nao estava no quadro e muita injustiça que vivemos no pais.....
divulguem isso nao tenham medo...
De Unicus a 10 de Setembro de 2007 às 00:54
Cada vez mais acredito qie "isto" só vai lá à bordoada..
Abraços
De Mentiroso a 10 de Setembro de 2007 às 00:59
Este caso merece ser divulgado ao máximo. Nele se comprova para que serve a arrogância e malvadez de certos juízes que continuam impunes, tal como a oligarquia mafiosa política. Claro que, como a culpa vem sempre de cima, o exemplo é desta última, mas se o é, é apenas porque a população assim lho permite.

Assisti a um julgamento dum ladrão. Durante as sessões, dos três juízes um fazia contas de cabeça com os olhos fechados e a presidente cochichava todo o tempo com a sua colega do lado. No fim. não estavam ao corrente do caso, pelo que foram obrigados e absolver o ladrão sem terem tomado conhecimento das provas.

Ao que parece, voltámos ao tempo de se termos que fazer justiça por nós próprios, o que os juízes mais odeiam, pois que prova a inutilidade dos tribunais tal como funcionam.

Nojo de políticos, nojo de juízes.~Vamos publicitar este caso!
De Anónimo a 10 de Setembro de 2007 às 18:24
http://jn.sapo.pt/2007/09/10/primeiro_plano/ha_muita_corrupcao_isso_se_traduz_nu.html



"Há muita corrupção, mas isso não se traduz em números de processos"
"Sinto que há algo que não está bem. Há coisas que me parece menos claras"

Que ideia tem da corrupção?

Lamentavelmente a corrupção está em muitos lados e, ao que agora se diz, até na Justiça. Em certos casos isso já parece saltar aos olhos dos operadores jurídicos. Há processos em que nós nos podemos aperceber de que há algo que não bate bem. E se não for atacado logo de início pode vir a ter graves consequências. Tenho acompanhado as notícias e penso que serão feitas grandes investigações aqui no Porto. Nesta altura, o Porto está "em grande" por tudo, sendo o centro das notícias. Lamentavelmente por causa da grande violência, mas também por grandes processos. Portanto se já até publicamente se ouve falar que existem inquéritos aqui para o Porto relacionados com o Apito Dourado e magistrados, é porque pode haver alguma coisa e é bom que se investigue exaustivamente.



Sente na sua prática diária que há corrupção na Justiça?

Sinto que há algo que não está bem. Há coisas que me parecem menos claras. Se é corrupção na Justiça, ainda não o posso afirmar, mas sempre que se me suscitam dúvidas, elaboro o dossiê respectivo e envio para quem de Direito, o que fiz muito recentemente. E não me fiquei pelo Porto. Via de regra, essas participações, vão para os superiores hierárquicos e/ou para o Ministério Público. No caso que me pareceu de maior gravidade, mandei para o topo da autoridade.

MAIS UMA JUIZA QUE ADMINTE QUE ALGO QUE NAO ESTA BEM NO NOSSO PAIS POR ISSO E QUE O ZE POVO PAGA TTUDO E OUTROS NAO.......
ACREDITO QUE O MEU PAIS AINDA VAI SER ALGUEM MAS TEMOS QUE ESPARAR MUITO?