...este é um espaço que revela alguns "pecados" do povo tuga. Os nossos políticos são do pior... e o povo manso releva...
Posts mais comentados
tags

todas as tags

11
Jul
08
O Sr. mente, mente, mente...
Com muita pompa e forrobodó da propaganda o nosso 1º veio mostrar um acordo com a Nissan para a produção em Portugal de Veículos Eléctricos (EV). Eu até estava a achar interessante a ideia pois já era sem tempo de se optar por um transporte que já circula em muitas estradas da Europa à uns anos.

MAS.....

Depois "acordei" para a realidade ao ouvir o aldrabão. ELE disse que "está a estudar a forma de que os VE venham a pagar apenas cerca de 30% do IA dos restantes veículos..."

MAS.....

Na legislação em vigor os EV (veículos eléctricos pros burros que ainda acreditam nesta merda de governo) pagam ZERO de imposto automóvel!!!!!!

ZERO!!!!

Esta é a forma de criar um imposto de 30% e fazer propaganda de que se vai retirar 70% de algo que não existe. Pensem comigo: 70% de 0 é Zero. É este o desconto para os EVs.

Então eu traduzo as palavras do Pinóquio: "estou a estudar a forma de criar um novo imposto pois se esta merda for para frente tou f*****.... vou perder o meu tacho.... a GALP não vai gostar nada.... mas compensa com a EDP.... e depois crio um sistema de troca de baterias com aluguer à GALP.... é isso.... isto é bom negócio....."


Agora umas perguntas que vi num local que realmente se interessa pelos EV:
1. O que é que foi assinado exactamente (memorando???) Qual foi exactamente o compromisso? E prazos?
2. Que frota é que a Nissan vai apresentar? Micras e Clio VE ou aqueles de três lugares? São veículos urbanos ou mais generalistas? De onde saiu a tal autonomia de 200km? Existem mais especificações, nem que seja como objectivos a atingir?
3. Como é que funciona este tratamento das baterias como se fossem bilhas de gás?? É este o sistema que propuseram aos israelitas ou é um acordo daqui para incluir Galps e afins? Fará sentido restringir outras companhias a este formato para combater as críticas de autonomia?

4. Esta infraestrutura publica de carregamento seria gratuita ou paga? Aparentemente na Dinamarca e em Londres planeiam que seja gratuita até os VE's serem 15% da frota total.

Actualização do post:
Hoje dia 11 já há algumas notícias referentes a este facto. A QUERCUS já disse que o Pinóquio mente. No JN e no Público.
publicado por TC às 00:26
29
Jun
08

Obras de um milhão sem concurso público

Empresas municipais vão poder contratar obras sem concurso até um milhão de euros.

In JN

publicado por TC às 11:14
links
tags

todas as tags

blogs SAPO